ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Polícia vai às ruas em busca de suspeitos de espancar morador e incendiar casa

Vítima chegou a ter cabeça aberta por conta da agressão e foi intubada

Por Dayene Paz e Bruna Marques | 11/06/2024 08:41
Casa foi danificada e incendiada por grupo que espancou morador. (Foto: Bruna Marques) 
Casa foi danificada e incendiada por grupo que espancou morador. (Foto: Bruna Marques)

Equipes da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) e da DHPP (Delegacia Especializada de Repressão a Homicídios e Proteção à Pessoa) saíram às ruas na manhã desta terça-feira (11) em busca dos suspeitos de espancar um homem e incendiar a casa dele, na noite do dia 13 de maio, em Campo Grande. A vítima chegou a ter a cabeça aberta por conta dos golpes.

O Campo Grande News apurou que são cumpridas ordens judiciais. Um adolescente de 15 anos foi um dos primeiros apreendidos por envolvimento no crime. Localizado nesta manhã, na casa onde mora, no Bairro Coronel Antonino, ele está sendo ouvido pela polícia.

Segundo a delegada Daniela Kades, da Deaij, o adolescente apreendido tem envolvimento direto com o crime. Ele já tem passagens criminais por tráfico de drogas, mas não é usuário, comentou a titular. Outras seis pessoas são procuradas.

Entenda - Os suspeitos são investigados por invadirem a casa da vítima, na Rua Rio de Janeiro, no Bairro Monte Castelo, na noite de 12 de maio. A motivação do crime ainda não foi divulgada pela polícia.

O homem, de 41 anos, foi espancado com uma barra de ferro e chegou a ter a cabeça aberta. Ele foi socorrido para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Coronel Antonino, intubado e transferido para a Santa Casa. Na sequência, os autores incendiaram o imóvel.

A Perícia Técnica recolheu uma barra de ferro, com vestígios de sangue, que foi utilizada pelos autores. O dono da residência, alugada pela vítima, disse que inquilino vivia no imóvel há cerca de 2 anos, era uma pessoa tranquila e pagava o aluguel certinho. A vítima responde a processo por receptação e por porte ilegal de arma de fogo.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias