A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

01/02/2012 12:23

Prefeito lembra tempos de escola durante abertura de ano letivo

Wendell Reis
Prefeito lembrou da ocasião em que teve a nota trocada com um colega(Foto:Wendell Reis)Prefeito lembrou da ocasião em que teve a nota trocada com um colega(Foto:Wendell Reis)

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB)), se recordou de uma história curiosa de seu tempo de infância na manhã desta terça-feira (1°), na abertura do ano letivo para os servidores da educação em Campo Grande. Trad relatou que nunca foi um aluno de ponta, mas sempre cumpriu com suas obrigações, principalmente porque seu pai, ex-deputado Nelson Trad (PMDB), era bastante rigoroso e fazia questão de olhar o boletim dos filhos.

O prefeito contou que certa vez ficou com uma nota vermelha no boletim e o pai ficou indignado, proibindo ele de assistir o jogo do Comercial. Trad estranhou o fato e garantiu ao pai que algo estava errado, pois tinha ido bem na disciplina. Porém, não entendeu o porquê da nota vermelha.

Segundo prefeito, passados dois dias, um vizinho de muro da sua casa, que tinha um filho que estudava na mesma sala que ele, perguntou como eram feitas as notas na escola, pois não estava entendendo o porquê do filho, que recebia notas I e D, ter recebido uma nota B. Neste momento, Trad ficou sabendo que as notas tinham sido trocadas.

O nome do menino também começava com a letra “N”. O prefeito era o número 34 da chamada e o colega 35. Ao justificar o porquê das notas vermelhas, o colega do prefeito dizia que a nota I significava “indo bem” e a classificação D significava dez. Segundo o prefeito, ao ver a nota B do filho, o pai pensou que a avaliação classificava o menino como burro.

Trad explicou que o dia de hoje é uma recepção aos funcionários, que iniciam os trabalhos uma semana antes do começo das aulas, para organizar a escola e receber os alunos. O prefeito destacou que esta organização, feita da melhor maneira possível, contribui para que a Capital tenha a menor taxa de evasão escolar do Brasil.

O índice de aprovação das escolas da rede Municipal de Ensino é de 91,47%, contra 5,67% de reprovação e 2,85% de abandono da escola. O número de professores efetivos com pós-graduação passou de 844 em 2005 para 2.991 em 2011. De 2005 a 2011 foram matriculados 12.301 novos alunos na Rede Municipal.

O prefeito também anunciou que no dia 27 de fevereiro começa a entregar os uniformes nas escolas. A novidade para este ano será a entrega de 72 salas modulares em 63 escolas. As salas vão abrigar laboratórios de ciência e matemática. De 2005 a 2011 Campo Grande recebeu sete novas escolas e 37 Centros de Educação Infantil.

Em 2012 estão previstas a entrega de 20 novos Centros de Educação, com capacidade para receber 2.500 crianças em período integral. Os novos Centros são para os bairros Jardim das Hortências, Jardim Noroeste, Moreninha IV, Betaville, Oiti, Santa Emília, Tijuca, Vida Nova III, Jardim Anache, , Jardim Centenário, Jardim Inápolis, Jardim Moema, Nascente do Segredo, Oliveira III, São Conrado, Vespasiano Martins, Vila Nasser, vila Popular e Zé Pereira.

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions