A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

09/04/2014 10:19

Prefeitura assina convênio com Hospital de Barretos e reforça atendimento

Viviane Oliveira e Kleber Clajus
Prefeito Gilmar Olarte e o secretário de Saúde, Jamal Salém, inaugurando aparelho que foi reativado no CEM.  (Foto: Cleber Gellio) Prefeito Gilmar Olarte e o secretário de Saúde, Jamal Salém, inaugurando aparelho que foi reativado no CEM. (Foto: Cleber Gellio)

A Prefeitura de Campo Grande vai assinar no dia 5 de maio convênio com o Hospital do Câncer de Barretos para reforçar exames de mamografia. O anúncio foi feito nesta manhã (9), durante a reativação de dois mamógrafos na rede municipal. O evento foi no CEM (Centro de Especialidades Médicas).

De acordo com o secretário de saúde, Jamal Salém, no CEM o aparelho foi reativado e na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Tiradentes, o equipamento teve o sistema atualizado. A meta é que cada aparelho realize 13 atendimentos por período e 52 atendimentos por dia.

Conforme dados da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), não há demanda reprimida em exames de mamografia, pois os pacientes são atendidos, também, através de convênio com Hospital do Câncer Alfredo Abrão e Maternidade Cândido Mariano. Os dois juntos disponibilizam 1.950 vagas por mês.

A intenção é incorporar na rede municipal, que hoje tem dois equipamentos, mais dois mamógrafos para o próximo ano. “Vamos ampliar o atendimento através de convênio a ser assinado no dia 5 do mês que vem com o Hospital de Barretos”, destaca. Ele acrescenta ainda que com a parceria serão realizados mais 1500 exames por mês e a possibilidade de atender a demanda dos municípios do interior.

O Prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), disse que o equipamento do CEM estava parado há 1 ano e quer conseguir zerar a fila de espera de exames. “Difícil é, mas gradativamente com criatividade e amor as pessoas vamos mudar esta situação”, afirma.

A paciente Maria do Socorro, 56 anos, esperou 20 dias para fazer o exame de mamografia, enquanto que no ano passado foram 2 meses na fila. O objetivo da Prefeitura, com os novos equipamentos, na rede própria é que a demora para o paciente fazer um exame não ultrapasse 15 dias, se isso acontecer será realizado mutirões no sábado e domingo para atender a demanda.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions