ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  29    CAMPO GRANDE 17º

Capital

Prefeitura chama para regularização de cadastro único

Ao todo, 60 mil cadastros estão desatualizados na Capital e famílias podem perder benefícios sociais

Por Ana Paula Chuva | 08/11/2021 13:23
Atendentes na Central do Cadastro Único. (Foto: Divulgação | PMCG)
Atendentes na Central do Cadastro Único. (Foto: Divulgação | PMCG)

A Prefeitura de Campo Grande começa na quarta-feira (10), a campanha “Não Perca Seu Benefício” para que 60 mil famílias regularizem o CadÚnico (Cadastro Único). Desse total, 19 mil são beneficiárias do Bolsa Família. Sem o cadastro único atualizado, as famílias podem perder os benefícios sociais do Governo Federal como o Bolsa Família e o LOAS ou BPC (Benefício de Prestação Continuada).

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, em 2021, o número de famílias incluídas no CadÚnico na Capital aumentou e, atualmente, são 140.040 cadastradas, porém a atualização caiu de forma drástica por conta da pandemia de covid-19. Antes da pandemia, a média de cadastros era de 83,07% e reduziu para 60,51% durante a pandemia.

“Estamos em várias frentes de ação em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, que está entregando 30 mil informativos aos alunos das escolas municipais que compõem famílias beneficiárias, garantindo assim maior alcance do público alvo. Outra importante ajuda é da Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação, que criou uma consulta on-line no site da Prefeitura para que as famílias possam verificar sua situação cadastral”, afirmou a gerente do Cadastro Único Viviane Brandão.

Durante a campanha, serão feitas ações de busca ativa das famílias com cadastro desatualizado nos 21 Centros de Referência de Assistência Social e nos seis Centros de Convivência. Além de parcerias com entidades e lideranças comunidades quilombolas, indígenas, unidades de saúde e famílias acampadas também estão sendo realizadas.

A equipe da Superintendência de Proteção Social Básica da SAS também está realizando reuniões com os profissionais dos Cras e Centros de Convivência para oferecer apoio técnico e alinhar as estratégias da campanha para evitar que as famílias percam seus benefícios.

Consultas – Para conferir a situação cadastral, o usuário inscrito no CadÚnico pode procurar um dos Centros de Assistência Social ou de Convivência, bem como a Central do Cadastro Único que fica dentro da Secretaria Municipal de Assistência Social com os documentos pessoas de todos que fazem parte da família e os comprovantes de residência e de renda.

A situação cadastral também pode ser conferida clicando aqui. Para isso, basta inserir o nome completo e o número do NIS (Número de Inscrição Social). Em caso de dúvidas, o usuário pode entrar em contato pelo telefone (67) 3314-4482, ramais 6152, 6037 e 6038 ou pelo Whatsapp (67) 98472-6891.

A Central do Cadastro Único, localizada na Rua dos Barbosas, 321, Bairro Amambaí.

Nos siga no Google Notícias