ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Prefeitura coloca 100 homens para recuperar estragos de chuva recorde

Funcionários da prefeitura já estão atuando nos pontos mais afetados pelo temporal desta quinta-feira (20)

Por Adriano Fernandes, Aletheya e Gabriel Neris | 20/02/2020 20:51
Prefeito durante a limpeza da da rotatória da Rachid Neder com a Avenida Ernesto Geisel. (Foto: Reprodução)
Prefeito durante a limpeza da da rotatória da Rachid Neder com a Avenida Ernesto Geisel. (Foto: Reprodução)

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) acompanha o trabalho das equipes que atuam no reparo dos estragos causados pela chuva, durante a tarde desta quinta-feira (20) em Campo Grande. O acumulado chegou a 73,2 milímetros, conforme o meteorologista Natálio Abrão Filho.

No início da noite, o prefeito foi até o desabamento da estrutura de sustentação que fica ao longo do Rio Anhanduí, próximo ao Shopping Norte Sul Plaza e acompanhou o início da limpeza da rotatória da Rachid Neder com a Avenida Ernesto Geisel, um dos pontos mais críticos de alagamentos.

Rotatória da Rachid Neder com a Avenida Ernesto Geisel fixou debaixo d´água durante o temporal. (Foto: Direto das Ruas)
Rotatória da Rachid Neder com a Avenida Ernesto Geisel fixou debaixo d´água durante o temporal. (Foto: Direto das Ruas)

No local, funcionários usam duas pás carregadeiras e três caminhões para limpar a grande quantidade de lama e a vegetação, levada pela enxurrada para o meio da via. O trecho é recorrente em alagamentos, mas ao contrário do que ocorreu em outras enchentes, a água não cedeu o asfalto.

“Ainda não dá para saber o prejuízo causado, mas estamos indo onde estão ligando. A noite também iremos no Jardim Paradiso. São mais de 100 homens trabalhando nesse momento”, comenta Marquinhos.

Confira o vídeo gravado pelo prefeito da rotatória da Ernesto Geisel com a Rachid Neder.

Segundo a Defesa Civil, os pontos mais críticos de alagamentos nesta tarde foram nas Avenidas Rachid Neder, Ernesto Geisel e nas ruas Capiberibe, no bairro Santo Antônio e vários trechos nos Residencial Ramez Tebet, Jardim Aeroporto e São Lourenço.

Na Rua Papillon no Bairro Estrela do Sul, a força das águas levantou placas do asfalto em pelo menos duas quadras e arrancou o asfalto. Por lá, uma caminhonete S10 caiu em buraco aberto durante a chuva. O asfalto cedeu enquanto o condutor passava pela esquina da Papllon com a Rua Madame Buttlerfly.

No mesmo bairro, mas na Rua Cavaleiro da Rosa, a água chegou a ficar com 30 centímetros de profundidade, invadiu casas e destruiu móveis e eletrodomésticos de moradores.

Caminhonete que caiu em buraco na rua Papillon. (Foto:  Aletheya Alves)
Caminhonete que caiu em buraco na rua Papillon. (Foto: Aletheya Alves)
Casa invadida pela água na Rua Cavaleiro da Rosa,(Foto: Fernanda Palheta)
Casa invadida pela água na Rua Cavaleiro da Rosa,(Foto: Fernanda Palheta)

Já no cruzamento das Ruas do Livramento com a Pelotas, no Coronel Antonino um veículo ficou submerso, com água até o para-brisa. Na Rua Três Marias, na Vila Marli, um motorista ficou ilhado em meio a enchente assim como os moradores da Rua Taquari esquina com a Rua Leônidas de Matos, no Santo Antônio.

Por lá, em cerca de 1h de chuva as ruas viraram “rios” e moradores chegaram a esperar 30 minutos até a chuva baixar e assim conseguirem sair de casa. Na Rua Lino Vilachá, perto do Hospital São Julião, um carro foi arrastado, mas os ocupantes do veículo conseguiram sair sem ferimentos.

Rua Taquari esquina com a Rua Leônidas de Matos virou "rio", no Santo Antônio. (Foto: Direto das Ruas)
Rua Taquari esquina com a Rua Leônidas de Matos virou "rio", no Santo Antônio. (Foto: Direto das Ruas)
Carro ficou debaixo d'água no Bairro Coronel Antonino (Foto: Direto das Ruas)
Carro ficou debaixo d'água no Bairro Coronel Antonino (Foto: Direto das Ruas)

Outro carro também foi arrastado na Rua Carlota de Almeida Lemos, no Jardim Paradiso. Na Avenida Cônsul Assaf Trad, região norte de Campo Grande, Pelo pelo menos três veículos ficaram atolados no canteiro central ao tentarem desviar de uma alagamento próximo ao Terminal Nova Bahia.

Ainda na região norte, mas na Mata do Segredo, três pessoas tiveram de ser resgatadas de dois veículos que ficam no meio da enxurrada no cruzamento das ruas Veridiana e Tenente Tenesse. Moradores utilizaram cordas para impedir que as vítimas também fossem levadas pela força da água.

Carro atolado na Consul Assaf Trad. (Foto: Direto das Ruas)
Carro atolado na Consul Assaf Trad. (Foto: Direto das Ruas)
Resgate de condutores ilhados em enchente na Mata do Segredo. (Foto: Direto das Ruas)
Resgate de condutores ilhados em enchente na Mata do Segredo. (Foto: Direto das Ruas)