ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, DOMINGO  17    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Prefeitura defende licitação para segurança, mas não confirma chamar GM’s

Por Vinícius Squinelo | 18/11/2013 20:45

Depois de anunciar a contratação de uma empresa privada para cuidar de prédios da Segov (Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais) e da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), a Prefeitura de Campo Grande justificou a realização da licitação.

Em nota, enviada pela assessoria de imprensa ao Campo Grande News, a Prefeitura alega que a contratação da empresa se deve para realização de segurança somente em eventos de grande porte (Culturais, esportivos, diversos) e não em equipamentos públicos (Escolas, Ceinfs, CRAS e outros).

Porém, sobre a reclamação de 77 aprovados em concurso público para guarda municipal, que até hoje não foram convocados pela prefeitura, a assessoria preferiu nada dizer, mesmo questionada sobre o tema.

Confira a nota na íntegra – A licitação para contratação de empresa de segurança, ao contrário do que está sendo questionado pela imprensa, é para atuação em eventos de grande porte (Culturais, esportivos, diversos) e não em equipamentos públicos (Escolas, Ceinfs, CRAS e outros).

A licitação da empresa de segurança não é para atender diretamente a SEGOV e a FUNDAC, mas para atuar em eventos de grande porte como, por exemplo: Arraial de Santo Antônio e Cidade do Natal.

Todo evento de grande porte promovido pelo município conta com o efetivo municipal da Guarda Municipal e também com empresas que oferecem aparatos de segurança como detector de metais e outros, de forma a contribuir com o trabalho da Guarda Municipal e assegurar a tranquilidade à população. A contratação de segurança privada sempre ocorreu na administração pública.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário