A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

22/03/2011 11:45

Prefeitura diz que não convoca moradores a amontoar lixo na rua

Ricardo Campos Jr.

Escala de limpeza é publicada diariamente, diz assessoria

Pilhas de lixo invadem pistas de ruas estreitas, obrigando condutores a invadirem a contramão, correndo risco de provocar acidentes. (Foto: João Garrigó)Pilhas de lixo invadem pistas de ruas estreitas, obrigando condutores a invadirem a contramão, correndo risco de provocar acidentes. (Foto: João Garrigó)

A prefeitura de Campo Grande afirmou, por meio da assessoria de imprensa, que não encaminha quaisquer tipos de comunicados à população para retirar entulho, galhos de árvores e outros materiais das casas e amontoar nas ruas à espera do caminhão para fazer a recolha.

De acordo com o órgão, a manutenção e limpeza dos bairros são coordenadas pela Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação). Existem várias equipes que diariamente fazem o serviço. Como a função é escalonada, cada dia um bairro diferente é atendido.

O cronograma, de acordo com a assessoria de imprensa, é publicado diariamente no site da prefeitura () atendendo a um pedido do prefeito Nelson Trad Filho (PMDB). Lideranças comunitárias foram avisadas e orientadas a acompanharem pelo portal a respeito dos trabalhos e não existe alerta a longo prazo, como foi alegado pelos moradores.

O Campo Grande News percorreu as ruas dos bairros Santo Eugênio e Taquarussu e constatou ruas entupidas por montes de lixo, prejudicando tráfego de veículos e até pedestres.

Uma das moradoras disse que foi avisada por uma agente de saúde a respeito da coleta e, por esse motivo, colocou pedaços de árvore cortados em frente de casa. Entretanto, de acordo com a assessoria de Sesau (Secretaria Municipal de Saúda) não faz parte da rotina de trabalho dos servidores que percorrem as casas avisarem a respeito do lixo.

Transtorno - Vários moradores afirmaram que foram comunicados a respeito da coleta, fizeram pilhas de lixo e depois passaram a conviver com elas há mais de 15 dias. O vendedor Sérgio Braga, 36 anos, morador do Taquarussu acrescentou que os vizinhos já estão habituados com a prática. “Já é comum no bairro uma vez por ano”.

Outros moradores disseram que percebem a movimentação dos vizinhos empilhando entulho na rua e fazem o mesmo para não perder a oportunidade de ter a casa livre dos descartes. O caminhoneiro Pedro Vilela, 57 anos, por exemplo, contou que manteve os materiais dentro de casa e depositou na via quando foi informado por vizinhos a respeito da coleta, que de acordo com o cronograma de ontem (21) não foi feita na região.



Que isto sirva de lição à comunidade para pararem de acreditar nos boatos que espalham por aí. Aqui no Maria Aparecida Pedrossian o presidente da associação costumeiramente faz isso, incita os moradores a colocarem lixo nas ruas para pressionar a prefeitura a recolher, mesmo não estando no cronograma. Além do mais, a responsabilidade da prefeitura é com o lixo, não com o entulho, para isso é preciso alugar uma caçamba, como todo mundo faz, como eu fiz na reforma da minha casa, não fiquei acumulando entulho esperando a prefeitura passar e recolher.
 
Francisco Antônio Rocha Pereria em 22/03/2011 04:30:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions