A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

30/03/2012 14:39

Prefeitura espera liberar trecho interditado na Júlio de Castilho em 30 dias

Wendell Reis

Rede de drenagem será instalada para dar fim as enchentes no Santo Antônio e Jardim Imá

Equipes trabalham na retirada do pavimento e do canteiro central, para iniciar a terraplanagem e refazer o asfalto (Divulgação/Denilson Secreta)Equipes trabalham na retirada do pavimento e do canteiro central, para iniciar a terraplanagem e refazer o asfalto (Divulgação/Denilson Secreta)

A Prefeitura Municipal de Campo Grande espera concluir em 30 dias as obras de revitalização da avenida Júlio de Castilho, no trecho entre a rua Presidente Vargas e a rua Crisântemos, que dá acesso ao Lar do Trabalhador.

Atualmente, as equipes trabalham na retirada do pavimento e do canteiro central, para iniciar a terraplanagem e refazer o asfalto. Segundo a Prefeitura, o sistema de drenagem já está quase pronto. Pelo cronograma de obras, o próximo passo é reconstruir a calçada e implantar a iluminação pública no canteiro central, com fiação subterrânea.

A Prefeitura espera que a implantação da rede de drenagem acabe com a enxurrada que desce do bairro Santo Amaro e provoca alagamentos nos bairros Santo Antônio e Jardim Imá, principalmente no cruzamento com a avenida Presidente Vargas.

O projeto de revitalização da Júlio de Castilho prevê implantação de quatro quilômetros de rede de drenagem, bem como o recapeamento de 13 quilômetros de vias, incluindo 6,8 quilômetros em toda a extensão da avenida e 9,7 quilômetros nas ruas adjacentes. A próxima etapa será entre a rua Crisântemos e a avenida Aero Clube. As intervenções na avenida Júlio de Castilho vão contar com investimento de R$ 18.364.888,59, sendo 95% dos recursos provenientes do Pró-Transporte e 5% do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

O projeto inclui criação de duas faixas de rolamento, com faixa preferencial para o transporte público e a implantação de canteiros centrais, bem como manutenção de canteiros existentes. Com o fim das rotatórias a prefeitura deve instalar a onda verde na avenida.

A revitalização garantirá 13,6 quilômetros de calçadas com piso tátil e organização visual ao longo das calçadas. Além disso, serão instalados 38 abrigos em paradas de ônibus. A via ainda receberá uma nova arborização, com o plantio de mudas de árvores por toda a extensão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions