A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

25/11/2013 15:33

Prefeitura estuda subsidiar gratuidade e tarifa de ônibus pode ter 3ª queda

Edivaldo Bitencourt e Kleber Clajus
Bernal e presidente da Agetran andaram nos ônibus novos nesta segunda-feira (Foto: Cleber Gellio)Bernal e presidente da Agetran andaram nos ônibus novos nesta segunda-feira (Foto: Cleber Gellio)

A tarifa do transporte coletivo de Campo Grande pode ter a terceira queda consecutiva no início de 2014. A previsão é de que a nova redução seja de mais R$ 0,05. A medida será resultado do subsídio das gratuidades, que contemplam 13 categorias, incluindo-se estudantes e idosos.

Segundo a presidente da Agereg (Agência de Regulação dos Serviços Delegados de Campo Grande), Ritva Cecília Queiroz Vieira, o órgão deve concluir estudo técnico sobre a criação de um fundo para subsidiar as gratuidades no sistema. A expectativa é de que o perfeito Alcides Bernal (PP) anuncie a programa em janeiro.

“Em um primeiro momento, temos a intenção de subsidiar 50% das gratuidades no transporte coletivo. O único detalhe é sobre a origem do recurso para abastecer o fundo”, comentou Ritva na manhã de hoje, durante a apresentação dos 84 ônibus que vão substituir a frota da Viação Floresta. A empresa deixou de operar no sábado.

Apesar da gratuidade representar quase 30% do valor da tarifa de R$ 2,70, a Agereg prevê que a redução só deve ser de R$ 0,05. Atualmente, o valor está em R$ 2,70.

Segundo Ritva, o transporte coletivo conta com 13 categorias de gratuidades. São cerca de 60 mil estudantes. Por mês, 1,8 milhão de passageiros não pagam para andar de ônibus na cidade.

Redução – A primeira redução na passagem de ônibus urbano de Campo Grande ocorreu em 1º de julho deste ano, de R$ 2,85 para R$ 2,75. A queda ocorreu um mês após a presidente Dilma Rousseff (PT) isentar o setor de cobrança de PIS e Cofins.

A segunda foi a isenção do ISS (Imposto Sobre Serviços) pelo prefeito Alcides Bernal. O valor caiu de R$ 2,75 para R$ 2,70.

A terceira pode ser com a criação do fundo para subsidiar as gratuidades.



Ridículo! Tarifando os estudantes ajudaria em que? O povo dessa cidade não pensa pra fazer nada! Acham isso ou aquilo e "pensam" que pode ser melhor para os demais... ENGANADOS!!! E o pior que isso não é de hoje! Quero ver onde isso vai dar!!!
Observandooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo...
 
Ana Cristina em 26/11/2013 08:39:29
Desculpe "eduardo sena", mas se os pais dos alunos querem um ensino de qualidade para seus filhos, muitas vezes são obrigados a escolherem escolas longe de suas casas. Não se enganem em achar que só porque a escola pelo simples fato de ser uma escola, tem a capacidade de promover esse ensino qualificado aos seus estudantes. Existem sim escolas estaduais, municipais e as vezes até particulares (digo isso por conhecimento de causa) que são verdadeiros centros de "deformação de um cidadão futuro" de tão péssimas que são. Geralmente as escolas do centro são melhores SIM. Poucas escolas de bairros tem ensino de qualidade. Por isso muitas vezes é necessário percorrer longas distâncias para se chegar nas escolas. Agora, sobre a má educação dos alunos: responsabilizem os pais, não o Governo.
 
valbercley da graça almeida em 26/11/2013 08:34:47
Que absurdo, quem não sabe, quem paga a passagem para os estudantes somos nós, principalmente a classe média!!!!
Gente quanto impostos pagamos!!!!
Concordo plenamente com os comentários, tb acho que se tem escola no bairro, pq estudar no centro, quem garante quem estão indo para a escola , pq pela falta de educação nem parece que esses estudantes estudam!!!!!!
passa livre deve ser somente se não tiver vaga no bairro, para idosos e para universitários!!!!
Essa é mais uma manobra eleitoreira do radialista!!!!
 
rosana alves em 26/11/2013 08:06:45
Complementando o que o Fabio e Wanda disseram, o grande problema não só de Campo Grande, mas de todo país é a falta de cultura iniciando primeiramente pela educação e respeito pelos mais velhos, bens e patrimônio publico, a nossa constituição é tão falha que ao invés de prender esses mal feitores, os ajuda. Creio que podemos mudar o nosso país, mas isso tem que ser uma iniciativa de todos e vai durar muito tempo para se concretizar. E finalizando com o preço da tarifa, aluno não tem que escolher escola do centro, eu sempre estudei em escola de bairro que não perde em nada à educação das demais, volto a dizer é apenas questão de CULTURA.
 
Fabio Souza em 26/11/2013 07:55:09
Esse prefeito acha que a mesma populaçao que colocou ele na prefeitura vai mantê-lo na prefeitura pois é este povo ja estava cansado. Chega de corruptos chau chau
 
Alvaro Jose Brandão Junior em 25/11/2013 22:54:48
Na grande verdade esse prefeito quer mesmo é se promover em cima do passe estudante adquirido alguns anos.
 
Alvaro Jose Brandão Junior em 25/11/2013 22:44:41
Fica minha pergunta, de onde vai sair o dinheiro para compor esse subsídio, será que vai sair do IPTU ou IPVA, será que vão retirar da saúde, ou alguém acha que a empresa vai querer perder com isso?
Vamos ficar de olho, pois nem tudo que parece é realmente bom,
 
Junior Ferreira em 25/11/2013 22:42:56
Todos temos o direito de ir e vir, mas quem paga a passagem desses aluno somos nós trabalhadores, se nos bairros tem escolas estaduais o ensino igual, não têm motivo para esses alunos estudar no centro, passagem gratuita só para quem faz faculdades e cursos técnicos, espero que nossos agentes público, olha para esse lado, pois estou farta de pagar passagem para os outros, e também foi promessa política.
 
wanda diniz em 25/11/2013 19:04:32
Concordo parcialmente contigo, infelizmente o poder público privilegia as escolas centrais, onde alguns pais inocentes acham que seu filho vai estudar, o problema é o percurso até a escola, onde muitos se comportam feito animais, pode parecer grosseira a palavra animal, mas as brigas, xingamentos e entre outras coisas que fazem dentro dos ônibus e terminais e digno de ser chamado assim.
 
Fábio Higor em 25/11/2013 17:34:56
enquanto isso o tal do Gustavo Freire, está em orlando na Disney, so gastando.
 
antonio joao em 25/11/2013 17:13:58
Eduardo Sena, e quem faz faculdade? Tem q ter o passe do estudante nem todo mundo tem carro, moto ou tem condições de pagar vale transporte todo dia, pensa bem no que vc ta falando
 
sabrina barbosa em 25/11/2013 16:37:35
A escolha do local de ensino é uma garantia e direito do estudante, assim como o direito de ir e vir.
Por isso discordo completamente do absurdo de seu comentário, Eduardo Sena.
 
Scotch Luis em 25/11/2013 16:37:06
os estudantes poderia estudar nos bairros ondem moram ou proximo, muitos escolhem para ficarem andando atoa e dar fluxo aos terminais..
 
eduardo sena em 25/11/2013 16:13:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions