A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

02/09/2014 12:27

Prefeitura fecha convênio para monitoramento de chuvas e enchentes

Filipe Prado e Kleber Clajus
O prefeito assinou o convênio durante a inauguração da base administrativa da Guarda Municipal (Foto: Marcos Ermínio)O prefeito assinou o convênio durante a inauguração da base administrativa da Guarda Municipal (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito Gilmar Olarte (PP) assinou um convênio na manhã de hoje (2), durante a inauguração da base administrativa da Guarda Municipal na antiga rodoviária, para a instalação do centro nacional de monitoramento de alerta de desastres em Campo Grande. Convênio de cooperação técnica entre o Ministério de Ciência e Tecnologia e o centro.

A cooperação prevê a instalação de 11 pontos de monitoramento de chuvas na Capital. Os equipamentos serão instalados, principalmente, na região norte do município, onde são concentrados os inícios dos córregos, nas UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) e nos distritos de Rochedinho e Anhanduí.

O coordenador municipal de proteção e defesa civil, Hélio Queiroz Dahaer, afirmou que “todas as regiões da cidade terão pelo menos um equipamento”. Os valores da aquisição e manutenção do centro serão financiados pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, sendo que a prefeitura cederá os locais da instalação.

Com o equipamento, explicou o coordenador, será possível monitorar a intensidade das chuvas e, futuramente, enviar alertas à população, “que hoje são afetadas por inundações. Também saber onde choveu e deslocar equipes para o local”.

Hélio acredita que os equipamentos devem ser instalados até outubro deste ano. Campo Grande será a única capital do Centro-Oeste onde será instalado o centro. Todos os dados coletados serão integrados em uma rede nacional de monitoramento e alerta.

O projeto foi apresentado em março deste ano e agora será encaminhado para Brasília.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions