A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/01/2011 22:10

Prefeitura investirá R$ 20 millhões em obras emergenciais, incluindo Prosa

Paulo Fernandes
Gabião não resistiu a chuva intensa (foto: João Garrigó)Gabião não resistiu a chuva intensa (foto: João Garrigó)

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, informou hoje que serão investidos R$ 20 milhões em obras emergencias por causa dos estragos das chuvas, incluindo o córrego Prosa, que foi uma das regiões afetadas.

Ele contou em entrevista ao Campo Grande News que já conta com o dinheiro para obras emergenciais.

Nelsinho explicou que esse recurso será usado para ampliar o chamado greid (uma malha de proteção para impedir o desabamento da parede do córrego).

Matéria do Campo Grande News mostrou que gabiões (espécie de barreira na lateral do córrego) despencaram na quinta-feira, em decorrência da chuva.

Segundo Nelsinho, o montante vindo do governo inicialmente seria utilizado para obras viárias.

O projeto, de acordo com o prefeito, prevês todo o trecho citado na reportagem do Campo Grande News, que começa na queda d´água que passa pelo condomínio Cachoeirinha, na avenida Ceará.

Nelson Trad comentou, ainda, em relação aos efeitos das chuvas na cidade nos últimos dias que, onde a prefeitura começou e concluiu as obras, o problema das enchentes foi resolvido. Ele citou como exemplo a região do Córrego Cabaça e a do bairro Santa Fé.



Só pode ser piada! Obras emergenciais? Como assim? A quanto tempo aquela situação do Prosa se arrasta? Só a Praça das Águas já foi inaugurada no mínimo 03 (três) vezes e a cada chuva "verbas emergenciais" são utilizadas! Realmente a classe política de nosso Estado perdeu a vergonha! Mas não tem problema, nas próximas eleições eles são novamente eleitos pois nossa população tem memória curta! Lástima!
 
Rubnei Porto em 16/01/2011 08:26:00
Tantos milhões de reais para 'tentar' melhorar os estragos feitos pela enchente, e para variar, o IPTU com aumentos astronômicos. O prefeito da nossa capital mostra como é tão INCOMPETENTE para administrar e gerenciar nossa cidade. E ele planeja ser o futuro governador do nosso estado. Sei não, com o descaso dessas obras e recursos públicos jogados literalmente para o ralo, está na hora da população campograndense avaliar se ele tem competência para comandar nosso estado.
 
Romualdo Flores em 15/01/2011 11:49:29
A chuva só mostrou oque toda a população já sabia,ou seja,que o serviço feito nas emediações do shoping,só foi embuste.a obra teria que ser refeita desde a mata do jacinto,com o alargamento do leito do corrego e mantendo o alargamento ate a ernesto geisel,mas pra que fazer bem feito?como as pobres empreiteiras ganhariam dinheiro?.qualquer imbecil sabe que conforme a cidade cresce a vasão de agua aumenta e as aguas escorrem para os locais mais baixos da cidade causando alagamentos,gostaria que o jardim dos estados estivesse ali proximo à nhánhá,certamente o problema ja teria sido resolvido.a palavra politico ja esta virando sinonimo de tudo que não presta,isto por culpa dos maus politicos .
 
NILSON FRANCO DE OLIVEIRA em 15/01/2011 10:58:24
Do que adianta tanto dinheiro se falta competência técnica e vontade política para acabar de vez com os problemas das chuvas em Campo Grande??
 
Silvia Fernandes em 15/01/2011 08:39:30
Prefeito não adianta liberar verbas para esses incompetentes fazer obras, contrata uma empresa de fora, com capacidade de realizar um serviço digno de uma cidade morena.
 
amilton ferreira de almerida em 15/01/2011 08:28:30
Querem apostar que esse 20 milhões não vai dar nem pra começar a obra, quanto mais resolver o problema, pois em nossa cidade, não sei o que acontece, o dinheiro sempre desce rio abaixo.
 
Pedro Medeiros em 15/01/2011 08:13:58
Que piada!
 
Lourdes Maria em 15/01/2011 06:55:20
Mais dinheiro para tentar arrumar o que foi mal feito anteriormente, dinheiro oriundo dos nossos impostos vale lembrar!!!!
 
Oswaldo Junior em 14/01/2011 11:35:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions