A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

21/04/2017 13:05

Prefeitura planeja retomar drenagem nas Moreninhas e ampliar pela Capital

Obras de drenagem e controle de enchentes na Vila Cidade Morena foram paralisadas em 2014. Prefeitura estuda drenagem em outras regiões da cidade

Richelieu de Carlo, Yarima Mecchi e Anahi Zurutuza
Rudi Fiorese e Marquinhos Trad acompanham trabalho de recuperação nas Moreninhas. (Foto: Marcos Ermínio)Rudi Fiorese e Marquinhos Trad acompanham trabalho de recuperação nas Moreninhas. (Foto: Marcos Ermínio)

A Prefeitura de Campo Grande planeja retomar obras de drenagem e controle de erosão na região das Moreninhas, no sul da Capital, que estão paralisadas. E também estuda realizar obras com o mesmo objetivo em outras partes da cidade. A decisão vem após as fortes chuvas desta semana causarem diversos estragos na pavimentação de ruas e avenidas.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD), em visita às Moreninhas nesta sexta-feira (21), falou sobre a intenção de reassumir as obras de drenagem e controle de enchentes na Vila Cidade Morena, iniciadas em 2012 e interrompidas desde 2014. E também ampliar obras de drenagem em outras regiões da Capital.

De acordo com a prefeitura, para retomar as obras de na Vila Cidade Morena, é necessário fazer o realinhamento dos preços e para destravar o projeto e adequá-lo à realidade do momento, já que está com três anos de defasagem. O projeto original foi orçado em R$ 3,2 milhões.

Para fazer a readequação do projeto, é preciso passar por análise na Caixa Econômica, por se tratar de recurso federal, em convênio com o governo que vence até o fim deste ano, e que são necessários investimentos de R$ 500 mil por parte do Executivo da Capital para que a parceria não seja perdida, de acordo com o secretário de Infraestrutura, Rudi Fiorese. A prefeitura está tentando levantar esse recurso.

Antes de serem paralisadas, foram implantadas bocas de lobo em uma parte do bairro, mas que não pode ser conectada porque falta fazer a drenagem no trecho que passa pelas Moreninhas, Avenida Gury Marques, Bairro Santa Felicidade, antes de desaguar no Córrego Gameleira.

Retroescavadeira retirando a areia que ficou acumulada na Rua Minas Novas. (Foto: Marcos Ermínio)Retroescavadeira retirando a areia que ficou acumulada na Rua Minas Novas. (Foto: Marcos Ermínio)

“A cidade cresceu de forma desordenada e sem planejamento. Ela cresceu muito em relação a pavimentação, mas a drenagem não acompanhou. Estamos estudando projetos para readequar a drenagem às bacias hidrográficas dos córregos e às chuvas para evitar enchentes”, disse Marquinhos. De acordo com ele, estes projetos estão sendo estudados junto à Planurb (Instituto Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano). “Precisamos ressuscitar a drenagem de Campo Grande”, conclui.

Recuperação - O processo de limpeza das ruas para recuperar os estragos da chuva da quarta-feira (19), que inundou várias ruas principalmente na região das Moreninhas, foi retomado nesta sexta-feira e devem prosseguir por pelo menos uma semana, conforme Rudi Fiorese, mesmo se as chuvas persistirem. Se o tempo colaborar, neste sábado começa a recuperação asfáltica nas vias mais prejudicas, como na Rua Minas Novas.

Na ocasião, em apenas 50 minutos choveu 159 milímetros na região. O acumulado de precipitação ali chega a 304 milímetros em abril. Os serviços de limpeza e desobstrução de bocas de lobo foram iniciados ontem (20). Hoje, máquinas, caminhões e trabalhadores estão nas ruas. Retroescavadeiras e caminhões trabalham na retirada de areia que ficou acumulada na via.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions