ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  11    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Preso de novo, membro de quadrilha que furtava joias estava solto há 12 dias

Três homens foram presos e adolescente apreendido por furtos no Carandá Bosque e Giocondo Orsi

Por Kerolyn Araújo | 10/07/2020 11:54
Bandido saindo de joias furtadas de casa no Carandá Bosque. (Foto: Reprodução/Vídeo)
Bandido saindo de joias furtadas de casa no Carandá Bosque. (Foto: Reprodução/Vídeo)


Um dos quatro capturados na tarde de ontem (9) no bairro Nova Lima, por participação em furtos a residências nos bairros Carandá Bosque e Giocondo Orsi, já havia sido preso por invadir casa no Antônio Vendas, no dia 29 de junho. Ele foi solto após pagar fiança de R$ 5 mil.

À polícia, João Victor Lucas de Lima, 21 anos, que conduzia o veículo VW Gol abordado pela Polícia Militar na tarde de ontem na Rua Zulmira Borba, no bairro Nova Lima, assumiu que era dono da porção de maconha encontrada no carro, mas negou que tivesse participação nos furtos das casas.  Porém, ainda no automóvel, os policiais encontraram dois anéis, um deles com pedras de brilhantes, levada da casa do Carandá Bosque.

Segundo João Victor, ele foi preso no dia 29 de junho, depois de arrombar uma casa no bairro Antônio Vendas e furtar uma pistola Glock 380 e munições. Ele foi solto após pagar fiança de R$ 5 mil.


Produtos furtados por João Victor no dia 29 de junho no bairro Antônio Vendas. (Foto: Batalhão de Choque)
Produtos furtados por João Victor no dia 29 de junho no bairro Antônio Vendas. (Foto: Batalhão de Choque)


Durante a abordagem, João Victor entregou o celular aos militares. No aparelho foram encontradas fotos de um volante de carro da marca Ford. O suspeito afirmou que tratava-se de um Ford Fiesta, e não Ford Ká, usado nos furtos do Giocondo Orsi e Carandá Bosque.

Além de João Victor, estavam no VW Gol o irmão, Jhon Peter Lucas Martins, e Gustavo Henrique Canhete Conceição, ambos de 23 anos. Eles negaram participação nos furtos das casas.

Ainda durante as investigações, a polícia chegou até um adolescente de 17 anos, no bairro Nova Serrana. Ao ver os militares, ele tentou fugir, mas acabou capturado.

Na casa do adolescente a polícia encontrou joias e relógios. Ele assumiu a participação nos furtos e foi apreendido.

João Victor, Jhon Peter e Gustavo Henrique foram presos e encaminhados para a Derf (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos). O adolescente foi levado para a Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude). O carro Ford Ka usado nos furtos não foi localizado.