A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

18/07/2016 10:25

Preso em hotel, autor diz que não teve intenção de matar homem em posto

Luana Rodrigues
Bombeiros tentaram reanimar a vítima por meia hora (Foto: Direto das Ruas)Bombeiros tentaram reanimar a vítima por meia hora (Foto: Direto das Ruas)

Alexandre de Almeida Correia, 23 anos, preso em flagrante no sábado (16) por matar Marco Aurélio Lino Valêncio, 49 anos, disse a polícia que não teve a intenção de tirar a vida da vítima. Segundo a polícia, o rapaz que é de São Paulo e estava em um hotel em Campo Grande, continua preso.

Conforme o registro da ocorrência, Alexandre contou que estava bebendo com mais três amigos na conveniência que fica na Avenida Capibaribe, no Jardim Petrópolis, quando a vítima começou a provocá-los. “Ele dizia: Eu sou macho, comigo resolvo no braço”, contou o autor.

Incomodado, o homem disse que pediu para Marco parar com as provocações, porém ele permaneceu o incitando. Em determinado momento, ele empurrou a vítima, que bateu com a cabeça no chão e sangrou. Depois disso ele e os amigos foram embora.

O rapaz não disse à polícia se deu garrafadas na vítima, mas testemunhas contaram isso. Uma mulher de 29 anos afirmou à polícia que a vítima havia bebido demais, e mesmo com todos pedindo para que parasse com as provocações, fez isso por várias vezes.

Hóspedes - O autor e os quatro amigos de 23, 31, 25 anos estavam hospedados em um hotel na Avenida Duque de Caxias. Foi lá que a polícia encontrou o suspeito e testemunhas. Eles não resistiram à prisão e disseram que estão aqui para trabalhar na montagem de tubulações e andaimes. Os quatro são de São Paulo.

Marco Aurélio era réu em três processos na comarca de Campo Grande, um deles por crime de trânsito, outro por apropriação indébita e outro relacionado a porte de arma.



Francamente, essa "vítima" aí não era flor que se cheire, e com toda a certeza não vai fazer falta ao mundo... infelizmente os rapazes envolvidos no caso terão que responder penalmente, ficarão com a ficha suja por causa de um "Zé Pinga", que não podia ver ninguém tranquilo e se divertindo. O que esse infeliz tinha que infernizar a vida dos outros? Provavelmente ele nem conhecia os rapazes. Já vai tarde... antes ele do que qualquer outro cidadão de bem.
 
Mariana Carvalho em 18/07/2016 15:05:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions