ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Presos no semiaberto da Gameleira custeiam equipamentos para cirurgias

Foram adquiridos bisturis, bandejas e etufas de esterilização para operações básicas médicas e odontológicas

Natália Olliver | 28/09/2022 15:31
Utensílios médicos para pequenas cirurgias destinados a Gameleira, unidade semiaberta. (Foto: TJMS)
Utensílios médicos para pequenas cirurgias destinados a Gameleira, unidade semiaberta. (Foto: TJMS)

Os presos do Centro Penal Agro-Industrial Gameleira, em regime semiaberto, poderão realizar pequenas cirurgias odontológicas na unidade de segurança mínima masculina, após recebimento de aparelhos custeados pelos próprios internos. O recurso foi destinado pela 2ª Vara de Execução Penal (VEP) de Campo Grande, que retirou 10% do salário dos homens para compra dos utensílios, ação descrita na Portaria nº 001/14. Ao todo foram investidos R$14.518,86.

Na lista de equipamentos adquiridos estão: um bisturi elétrico, com foco cirúrgico; três bandejas de instrumento e uma estufa de esterilização. Entre as pequenas cirurgias que serão realizadas no setor uma delas é a remoção de verrugas e retirada de HPV.

De acordo com a Vara, os equipamentos serão utilizados apenas em pequenos procedimentos médicos e odontológicos, sem a necessidade de escoltas e deslocamentos para unidades de saúde do município.

“A medida cumpre o disposto na Lei nº 7210/1984, art. 41, inciso VII, que estabelece que qualquer unidade prisional deve oferecer, entre outros atendimentos, assistência à saúde”, disse.

A aquisição, além de facilitar a rotina disciplinar do presídio, promete proporcionar o oferecimento de pronto atendimento aos internos com mais segurança e com equipamentos cirúrgicos adequados.

Conforme o médico da unidade, Adriano Machado Rocha, a compra é um passa grande para a presídio.“Posso garantir que com estes equipamentos o setor de saúde deu um passo enorme na qualidade, na agilidade e na segurança dos atendimentos”, pontuou.

Os recursos foram disponibilizados à unidade penal no dia 24 de agosto e os equipamentos chegaram ao presídio no dia 19 de setembro.

Nos siga no Google Notícias