ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Primeiro transplante de medula óssea de MS é realizado na Capital

MS agora é um dos 11 estados preparados para realizar esse tipo de procedimento

Adriano Fernandes | 10/08/2022 20:58
Hospital Cassems onde o procedimento foi realizado. (Foto: Henrique Kawaminami)
Hospital Cassems onde o procedimento foi realizado. (Foto: Henrique Kawaminami)

O 1º Transplante de medula óssea de Mato Grosso do Sul foi realizado nesta quarta-feira (10) no Hospital Cassems de Campo Grande. O paciente, um homem que havia sido diagnosticado com mieloma múltiplo (um tipo de câncer que atinge justamente as células da medula óssea), ainda vai ficar em observação pelas próximas semanas no hospital, segundo o presidente da instituição, Ricardo Ayache.

Mas desde já, o procedimento já é considerado um sucesso, além de representar um divisor de águas na medicina do Estado. "Mato Grosso do Sul agora passar a ser um dos 11 estados brasileiros a realizar esse tipo de procedimentos de alta complexidade. É uma notícia de grande importância e que nos emociona muito", comenta Ayache.

A medula óssea é um tecido líquido que fica dentro os ossos. Neste tecido, que são produzidos os componentes do sangue, como os leucócitos, as hemácias (glóbulos vermelhos), e as plaquetas. Apesar da sua alta complexidade, o transplante de medula óssea é um procedimento relativamente rápido, mas que exige um preparo rigoroso.

O paciente é submetido a um tratamento que destrói a sua própria medula, para que então ela possa receber as células da medula sadia de um doador. A nova medula é rica em células chamadas progenitoras, que uma vez na corrente sanguínea, circulam e vão se alojar na medula óssea, onde se desenvolvem, melhorando o quadro clínico do paciente. O procedimento é semelhante a uma transfusão de sangue.

Nos siga no Google Notícias