A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

24/03/2011 14:29

Professor diz que Christiano Luna não é violento, mas abusava do álcool

Paula Vitorino e Aline dos Santos
Lutador não acredita que golpe tenha sido a causa da morte de segurança. (Foto: João Garrigó)Lutador não acredita que golpe tenha sido a causa da morte de segurança. (Foto: João Garrigó)

O treinador do jovem acusado de matar o segurança de bar na madrugada do último sábado, Miguel Contis Filho, de 23 anos, afirma que não existe um golpe que acerte o coração da pessoa e seja fatal.

“Se existisse um golpe desses, não precisava nem existir arma e todo lutador ia conseguir usar quando quisesse, matar uma pessoa no tatame. Mas isso não acontece. Já fiz vários tipos de luta e nunca ouvi um professor ou lutador profissional falar disso”, afirma.

Miguel é faixa preta em jiu-jitsu e começou a treinar aos 15 anos, junto com Christiano Luna de Almeida, de 23 anos, acusado de ter matado com um soco o segurança Jefferson Bruno Escobar.

A reportagem do Campo Grande News conversou com o jovem nesta manhã e ele explicou que Christiano não era um lutador profissional, mas que praticava o jiu-jitsu como um hobby.

“Ele aparecia para treinar às vezes, não participava de competições”, diz. Miguel também conta que no último ano, depois de ter sido graduado na faixa preta, começou a ser o treinador de Christiano.

“Conseguimos graduar ele na faixa roxa com muito esforço, porque ele não levava a sério a luta. Até depois que ele recebeu a roxa ficamos no pé para ver se ele voltava a treinar, pegava sério, mas não adiantou muito”, conta.

O professor também disse ter visto o vídeo com as imagens da câmera de segurança do bar e, garante não existir golpe de jiu-jiutsu nas cenas.

“Não tem golpe de jiu-jitsu ali. E ele tava bêbado, nem teria como aplicar um golpe com precisão”, afirma.

Sobre a vida pessoal de Cristiano, o lutador diz que ele era um “menino bom, trabalhador, de personalidade forte, mas não violenta”.

No entanto, segundo Miguel, o amigo tinha problemas de auto-afirmação e gostava de “causar” nas festas.

“Várias vezes ele arrumou briga em festa, gostava de badernar, mas nunca arranjou encrenca de graça, sem motivo. Acho que ele era um cara inseguro, que na verdade gostava de se auto-afirmar arranjando briga”, diz.

Ele lembra que em várias ocasiões teve de “apartar” brigas de Christiano antes de seguranças chegarem.

A bebida também seria um dos fatores que alterava a personalidade de Christiano. “Ele andava bebendo muito e o Christiano bêbado era uma coisa, sóbrio era outra”, ressalta.

Miguel lembra que a família do acusado não é rica e que Cristiano “não era nenhum playboy, como estão dizendo”.

Sobre as acusações, o amigo preocupa-se no julgamento precoce que, segundo ele, está sendo feito.

“As pessoas estão julgando, chamando ele de assassino, sem nada ter sido realmente julgado. Ninguém sabe direito ainda o que aconteceu. No vídeo só mostra que o Christiano se defendeu. Depois do resultado do laudo necroscópico é que vão saber o que de fato aconteceu, se o segurança tinha algum problema de coração, por exemplo. Às vezes, a gente tem um problema de saúde e nem sabe”, diz.

Versão – Em depoimento prestado à Polícia na manhã de sábado, Christiano contou que foi ao bar na avenida Afonso Pena, com um primo. Eles consumiram chope e quase uma garrafa de vodka.

Ele relata que foi retirado do local por um segurança alto e gordo. Christiano afirma que empurrou o segurança para se desvencilhar e foi embora. Ele acabou preso perto de casa, na Chácara Cachoeira.

O segurança morreu no local. Christiano tem uma passagem por lesão corporal ao se envolver em briga durante uma festa no parque de exposições Laucídio Coelho.

A Polícia Civil já ouviu 11 pessoas sobre a morte do segurança, que era conhecido como Brunão. Foram ouvidos funcionários da casa noturna, amigos de Christiano e parentes da vítima.

A Polícia aguarda também o laudo necroscópico sobre a causa da morte, cuja primeira certidão já apontou insuficiência respiratória, trauma no tórax e ação contundente.



vivian pita vc se poe no lugar da familia do cristiano gostaria de saber a sua opniao se fosse um ente da sua familia. procure pensar em quem perdeu um filho; ocristiano pode ser preso e volhar para casa; O outro vai acontece a mesma coisa? pense nisto.
 
gutemberg teixeira em 05/04/2011 07:21:58
Uma pessoa fazer isso http://www.youtube.com/watch?v=_TC15f8BNao&feature=player_embedded e não ser preso é INACEITÀVEL!
Agora um soco?
Por favor!!
 
Paulo Rodrigues em 30/03/2011 11:22:57
Ainda que se fale em legalidade, ou tipíficação é sabido por todos os advogados que a lei penal brasileira data da época de Getúlio Vargas, 40 salvo engano.
Logo, dizer que muita coisa é arcaica dentro do código não é nenhuma mentira, e ainda a constituição de 88 deixa uma grande margem de interpretação para "proteger" os direitos fundamentais.
Mas se:
1) um cidadão sabe que com o alcool, que é uma droga culturalmente aceita, fica com alterações no comportamento, reflexos, noção espacial, temporal, distinção entre certo e errado,
2)sabe, certamente, que como um treinador de arte marcial e provavelmente participante de fisioculturismo tem força e habilidade para sobrepujar grande maioria das pessoas " mornais" (não atletas, não lutadoras e afins) pode causar grande danos ao entrar em luta corporal com outrem;

Como não ficar claro, para os juristas, o risco que ele assumiu ao beber, (cerveja e quase uma garrafa de vodka, ainda que em 2 pessoas) e entrar em uma luta corporal?
Se analogamente, um motorista ao dirigir o carro bebado e atropelar alguém é imputado de homicidio doloso.
No meu ver, acredito mesmo que não tenha tido a intenção de matar, ainda mais com chutes e socos ao esmo, pelo menos na parte do vídeo que ainda estão no enquadramento. Mas de qualquer forma ele assumiu o risco de machucar alguém, assim como o motorista bêbado assume ao conduzir um veículo.
Ao juristas: não estou imputando nada a ninguém, só estou relatando o que eu acho que deveria ser o entendimento legal.
E todos sabem, infelizmente no Brasil não a justiça vale para uns e não para outros. Festejem os bem relacionados, malandros, assassinos que recebem a redução de pena, visita intima, saída para comemorar dia das mães, natal, ano novo. e nós cidadãos ficam presos em casa, trabalhando no natal, ano novo.
Como disse Cazuza: "Brasil, mostra a tua cara/ quero ver quem paga/ Pra gente ficar assim."...
 
Edson Kodi em 29/03/2011 01:33:14
todos que opinam aqui deveriam ver bem o video, foi uma fatalidade. Sei o quanto a mae do bruno deve estar sofrendo, mais o cristiano tambem tem mae, e o sofrimento dela de ver o filho varios anos atras da grade. Nao acredito que vces sejam tao ignorantes de nao enxergar a irresponsabilidade dos outros segurancas. esses patifes que deixaram os dois sozinhos.poxa se o cara estava bebado,descontrolado e etc, seria correto que um seguranca o segurasse? era obvio que ia acabar em muita viloencia e/ou morte. ex: uma briga em uma festa ou boate, quantos segurancas sao necessarios pra apartar? se um deles for retardado o bastante para ir sozinho, vai apanhar que nem louco .. se todos nos fossemos viver de passado, muita justica haveria de ser feita. e se ao inves do bruno, o christiano fosse seu filho? vc o chamaria de mostro, bebado, assassino e gay? sejam racionais ao analisarem os fatos, nisso tudo todo mundo saiu perdendo. O crhistiano deve pagar por seus atos sim, mais doloso? ali nao teve intencao de matar. E se ele tivesse batido a cabeca e desse traumatismo craniano? pqe dA forma que foi jogado era facil de acontecer..sera que o bruno seria esse monstro assassino? vces sao seres humanos ou o que? deixem sair os laudos, deixem cada familia com suas respectivas dores, no maximo consolem se forem conhecidos, agora nao tentem paga de doido, de justos, nesses comentarios aqui. Facam mais por vces msmos, pelas suas familias .. adoramos cuidar da vida alheia e esquecemos das nossas. cada um tem o que merece, seja pela justica do homem ou pela de Deus.o certo eh aguardar e ver qual verdade pravalece!
 
vivian pita em 29/03/2011 01:20:33
Bruno R. Silva,
assassínio ou assassinato é o ato de tirar a vida de outrem intencionalmente.
Em termos jurídicos existe o Homicídio Doloso, em que há a intenção de matar, e Homicídio culposo, em que não há a intenção de matar.

A palavra assassinato é uma expressão não jurídica que significa o mesmo que Homicídio Doloso.
Grave isso, assim você não se precipitará chamando pessoas de ignorante. ;)
 
Katia Beatriz em 26/03/2011 12:05:29
Desculpem... Ainda procuro, onde escrevi que o "Christiano", ou qualquer outro, tem o direito, pode, deve... como preferirem; "matar alguém"... É lamentável... Lamentável, como pessoas julgam sem mesmo ler, analisar, pensar, refletir, deplorável o fato de não terem interpretação para um pequeno texto. Frequento as baladas (já vi muito segurança espancando clientes), o que não é justificável por nada, mão na bunda, quebra quebra, falta de respeito, etc, Violência gera violência... e sei que a partir do momento que saio da minha casa, estou vulnerável a qualquer situação. Como todos, ou alguém vive em uma bolha? Tenho amigos, que conheceram o Brunão, disseram que era uma pessoa maravilhosa... lamento que essa FATALIDADE tenha ocorrido, e sua vida tenha sido interrompida. Agora, dizer que o "jovem assassino" (é assim que vocês o chamam), saiu de sua casa e pensou: "hoje eu vou matar um com um golpe fatal", porque todos os finais de semana eu faço isso, pra "causar". Pasmem! Causar é um termo usado por jovens, que é igual a impressionar. Por favor, sem hipocrisia. E não sejam medíocres, também, dizendo que apanhariam de graça: até porque onde é que está escrito que alguém tem o direito de sair "esbofeteando" outrem? Por causa de uma "gracinha", mão na bunda".. porque até onde eu sei o "brutamontes" não levantou a mão para ninguém até ser enxotado para fora. Todos erraram, e infelizmente Brunão pagou com a vida, e nada o trará de volta... Agora quanto a me bolinar?! Pode acontecer, infelizmente a educação do povo brasileiro não é das melhores, acabamos ficando vulneráveis, em determinadas circunstâncias, por exemplo.. uma garçonete de um bar (boteco), por exemplo: é molestada todos os dias em seu trabalho, por homens bêbados, etc.. vocês acham que ela chama segurança?! Não, certamente dá o "jeitinho" dela, pois precisa trabalhar, a mesma certamente aprendeu a lidar... profissão é escolha. Defendo qualificação sem arbitrariedade!
 
Katia Beatriz em 25/03/2011 12:38:01
Paulo C. A. Ribeiro, desinformada?! Não, o curso que vocês prestam tem uma carga horária menor que meu curso básico* de informática.
Pela portaria 386, de 3 de agosto de 2006 e pela portaria 387, de 28 de agosto de 2006, todo o profissional que atua no setor é obrigado a passar por uma empresa de formação.
Art. 81 - São os seguintes os requisitos para a matrícula em curso de formação de vigilantes:
I - ser brasileiro maior de 21 anos de idade;
II - ter instrução correspondente à quarta série do primeiro grau;
III - ter sido aprovado em exame de saúde física e mental;
IV - não possuir antecedentes criminais registrados;
V - estar quite com as obrigações eleitorais e militares.
§ 1º - No ato da matrícula é facultado ao candidato apresentar apenas a carteira de identidade, o atestado de antecedentes criminais, o laudo de exame de saúde física e mental, podendo os demais documentos serem apresentados durante o curso, até a data de seu encerramento.
Nem o curso de formação dos nossos "honrosos" policiais é primoroso, quem dirá esse.
Ah, não digo que alguém da minha família, ou até mesmo EU possa morrer devido a uma fatalidade, ou negligência de outrem, infelizmente estamos vivendo em um pais onde a EDUCAÇÃO chega para poucos. O que não denota que minha dor me deixaria ignorante para não divergir entre um assassinato e um acidente.
PS: Não conheço o "acusado", sem duvida teria me defendido igual a ele.
 
Katia Beatriz em 25/03/2011 12:05:50
Acho que esse garoto deve ser punido sim, eu acredito que ele não tenha batido para matar, mas matou, não se pode tapar essa realidade, o segurança estava fazendo apenas o trabalho dele, se precisou chegar ao ponto de usar força contra o cristhiano é porque o mesmo estava errado, agora, o que não é justo é um segurança sair de casa para ganhar seu sustento e defender a vida dos outros e ser morto por um garoto bêbado e "causante" que esta acostumado a procurar briga por onde passa pra mostrar que sabe dar um golpe de jiu-jitsu. Quantas vezes mais será nescessário morrer alguem para que este "cidadão" seja punido? quantas mães mais precisaram chorar? quantas pessoas mais assim como eu vão precisar sentir que moram em um país onde a impunidade corre a solta e sentir essa sensação de impotência diante de tanta injustiça? Pensem nisso!
 
Paola Souza em 25/03/2011 11:20:17
A justica se for justa, inocentará o acusado. o que aconteceu foi uma fatalidade. qualquer pessoa que quer exercer uma profissão tem que estar preparado para enfrentar os riscos que ela impoe. é assim com TODAS AS PROFISSOES porque nao seria com a de seguranca?
No video mostra o seguinte: eram VARIOS contra apenas UM. Não houve espancamento ou algo que caracterizasse a INTENCAO DE MATAR do rapaz contra o seguranca.
O que aconteceu foi o seguinte: IMPERÍCIA, NEGLIGENCIA COM A PROPRIA SAUDE E FALTA DE PREPARO PARA EXERCER SUA PROFISSAO.

É ISSO E PRONTO E ACABOU.
 
Antonio Augusto em 25/03/2011 10:57:10
Gente...o vídeo é claro!
1- Seguranças retirando o agressor da festa e o mesmo cai devido há uma espécie de desnível na calçada.

2 - Neste momento o agressor (caído ao chão) começa a desferir chutes contra os seguranças, sendo que o primeiro a ser agredido foi o segurança que veio a falecer.

3 - O chute desferido no segurança o atingiu mais ou menos na altura do tórax.

4 - O segurança também atingiu o agressor com um chute, mas pelos fatos denota-se que foi por legítima defesa.

5 - O agressor se levanta e volta a tumultuar na entrada da boate, o que faz com que o segurança volte a repudiá-lo.

6 - Daí o agressor trava uma briga com o segurança, mas neste momento sai da linha de visão da câmera.

Volto a repetir...está claro de quem é a culpa!!!
Espero que os advogados da família do segurança, bem como o representante do Ministério Público, saibam explorar bem as provas técnicas.
JUSTIÇA!!!
 
Marcus Cesar em 25/03/2011 10:40:19
CONCORDO QUE NÃO DEVEMOS JULGAR ANTES DE TUDO SER ANALISADO, AGORA DIZER QUE OS SEGURANÇAS TIRARAM O RAPAZ EMPURRADO, NO CHÃO DE FORMA DEGRADANTE...MAIS GENTE, O CARA NÃO PARAVA DE IR PRA CIMA DOS SEGURANÇAS, NÃO PARAVA DE SER DEBATER, ELE FOI CONVIDADO E SE RETIRAR E FEZ TU DO ISSO..MESMO QUE COLOCASSEM A BONECA NO COLO E A RETIRASSEM E ELE IA ROLAR NO CHÃO. FAZER O QUE NÉ :)
 
Amanda Lima em 25/03/2011 10:08:48
tenho um amigo que e´quarto dan etem muitos troféus e medalhas e já foi o melhor de ms na modalidade dele e ele me disse que devemos ter cuidado na hora de procurarmos uma cademia esaber aprocedencia desses professores artes marciais nunca foi brincadeira em lugar nenhum
 
edinaldo j santos em 25/03/2011 07:21:56
Quanta ignorância! Assassino por definição é qualquer um que mata outro. Lembremos por exemplo que qualquer um que dirige pode estra passando pela região de uma escola, quando uma criança cruza correndo a fente do seu carro e você atropela. Seria um assassinato, agora houve a intenção? Em uma segunda hipótese o motorista em alta velocidade na região e atropela, mas uma vez pergunto houve intenção? Posso dar 100 exemplos e todos vão depender da intenção, não porque alguém acha que deve ser e sim porque foi assim que a lei definiu. Dizer que o Christiano teve a intenção não parece verdade.
 
Bruno R. Silva em 25/03/2011 02:22:48
Nota-se claramente que os que aqui comentam (a maioria esmagadora), não entende NEM DE LEIS e MUITO MENOS DE JIU-JITSU. Comentam na base da emoção e sem fundamento científico nenhum. Estes comentários também não deveriam ser publicados pois servem apenas para inflamar ainda mais os ânimos.

Com todo o respeito.
 
José Henrique em 25/03/2011 01:20:35
Queria ver se fose com alguem da familia desa senhorita katia, como sempre os segurança que estao trabalhando para ganhar o pao de cada dia estao sempre erado, isso tem que mudar.

 
marluce sorrilha em 24/03/2011 10:48:15
Um lugar que voce vai para se divertir precisa de seguranças??????Tem que fazer valer a lei anti-fumo para a bebedeira tambem .A culpa de tudo isso a meu ver foi o agressor estar muito bebado e ai aflora o que de pior as pessoas guardam dentro de si.Que voces que assistiram a esse episodio aprendam alguma coisa para a suas vidas, pois estes dois seres pagaram com a vida e a liberdade para que outros não passem ou façam igual.
 
Rosa Marlene da Silva em 24/03/2011 10:42:09
a justica, se nao for injusta, vai inocenta-lo. Isso foi uma FATALIDADE, ACIDENTE DE TRABALHO, IMPERÍCIA AO EXERCER A PROFISSÃO E NEGLIGENCIA COM A PRÓPRIA SAÚDE. Qualquer um tem que se habilitar adequadamente para exercer seu trabalho. No vídeo temos a prova de que o segurança não enfrentou nada a mais do que qualquer segurança deveria estar preparado para enfrentar.. É impressionante como o povo crucifica os outros. É muito triste isso também.
 
Antonio Rosa em 24/03/2011 10:22:19
Ele usou bases do jiu jitsu pra chutar o segurança. Qdo ele estava no chão segurou o calcanhar pra ter impulso pra chutar o torax do Bruno. Essa posição varia da "guarda aranha" e é FATO. Agora se como aluno ele era relapso, vivia criando confusão e ainda bebia jamais deveria ser graduado e sim penalizado ou expulso. Agora o mestre dele com 23 anos com faixa preta reconhecida pela Gracie Barra achou melhor gradua-lo a faixa roxa...olha aí o resultado !!!!! Carlos e Carson Gracie devem estar se revirando no tumulo.
 
Andre Silveira em 24/03/2011 10:14:04
Fico pensando, se as pessoas que acham que o que o Christiano fez, foi uma fatalidade... será que pensaria o mesmo se o Bruno fosse um membro de sua família. É lamentável ter que dividir espaço com monstros incontroláveis como o rapaz Christiano, que tem uma extensa ficha de brutalidade e descontrole em tudo o que faz. Não é o fato de ser rico ou gay, mas o fato de ser um ser humano sem limites, pensa que pode chegar nos locais, fazer baderna e ainda ficar nervoso quando a equipe de segurança tem que retirá-lo a força do ambiente, pois a educação que ele tem é mínima p/ ele se tocar que estrapolou na bebida, no comportamento e no senso de humanidade. Mais uma vez reforço, p/ mim ele não passa de um monstro que deve ficar preso e guardadinho numa jaula.
 
Vana de Viana em 24/03/2011 10:10:59
Esse mal carater ja aprontou mt e nao aconteceu nada, só B.O que nao deu em nada agora ele matou, se continuar livre por ai vai matar mais gente. Aos que defendem ele , so`uma pergunta: Se ele tivesse matado seu irmao? seu pai? seu filho? pois se continuar impune quem sabe nao mate alguem da familia dos que o defendem agora. com certeza quem dfende é parente ou amigo do monstro. POR FAVOR PUBLIQUEM MEU DEPOIMENTO.
 
yanka oliveira em 24/03/2011 09:57:31
Tem que ser punido. Mesmo alcolizada a pessoa tem noção do que faz. Se a pessoa já tem predisposição para a violência, o alcool favorece ainda mais. Além do mais ele foi convidado a se retirar, mas deve ser uma pessoa arrogante e egocentrica para deixar o bar tranquilamente, já que não se comportava bem.
Defender este sujeito...devem ser amigos e são todos da mesma laia. Se fosse com um filho destes canalhas que defendem este animal o discuros seria outro.
 
Ednilda Fagundes em 24/03/2011 08:57:59
A declaração do prof. miguel, faz parte da estratégia da defesa , no sentido de minimizar a extrema violencia do réu (que é reincidente), perante a opinião pública. A tentativa de livrar a cara do homicida, constitui um abuso à inteligência das pessoas normais desta capital.
 
Orlando Alves Antunes da Silva em 24/03/2011 08:36:10
Só sei que matar uma pessoa é crime então ele deve fica na cadeia..aonde é lugar de criminoso.
 
alex da silva em 24/03/2011 08:36:07
sr katia acho que a senhora esta um pouco desinformada do assunto vc ja visitou academia de segurança hoje somos sim preparados a este tipo de eventualidade somos credenciados e inspecionados pela policia federal agora chega num individuo deste e peça"por favor senhor pare de bolinar os clientes para ver se ele nao desse a porrada ou vc e insultado
 
paulo cesar de aguiar ribeiro em 24/03/2011 08:22:46
... O Bruno não era órfão... seu pai ama o direito, seus primos amam o direito, seus tios amam o direito, bem sabemos que as Leis podem ser cumpridas, mas não quer dizer que a Justiça seja feita, vi nos comentários anterios uma suposta abertura para tentar uma nova visão sobre o caso, não me parece nem mesmo uma pequena intenção visto que os depoimentos de seu instrutor vão contra esses comentários, o "Muito bom... " da senhora Katia pode ser transmitido à mãe da vítima que perdeu o seu tesouro, o problema não é se ele é rico ou não, seria diferente para mãe se fosse num dos inúmeros bares afastados do centro da cidade..., sua crueldade é amparada por pessoas como estas que tentar por vendas para não ver os erros de seus iguais, (o avestruz que enterra a cabeça e resolve todos os seus problemas), ao senhor claudio dolabani, ser pai não é o suficiente, também sou, e nem sequer posso imaginar como seria a perda de um filho, a perda de um sobrinho causa dor e revolta insuportável, vem a lembrança daquele bebê que um um dia foi recebido em nossos colos, da criatura meiga e de seu respeito pelos tios, de seu amor incondicional por sua avó, que dependia dele, não que não encontrasse outro para guarda-la, mas que sentia nele a segurança e a liberdade de receber de volta tudo aquilo que sempre lhe proporcionou, seu filho, meu filho, não podem ser comparados com o filho deste pai que teve essa perda, seu filho, seu amigo, minha família ficou menor, ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO??? o assassino (afirmo com certeza) faltou a primeira aula, aquela que todos os professores dizem: " para estudar o Direito é preciso amar o Direito", não se pode amar o Direito com essas atitudes... (Um bom nome para um filho: BRUNO, corajoso, forte, doce, meigo e amigo, que tem respeito e limites...)
 
marcelo escobar em 24/03/2011 08:09:53
EU NAO VENHO AQUI PRA DEFENDER NEN ACUSAR NINGUEM...MAS C NO LAUDO PERICIAL DER QUE O SEGURANÇA INFARTOU ...E Q TINHA PROBLEMAS CARDIACOS...DE QM SERIA A CULPA DA MORTE DELE?...SERIA DA CASA NOTURNA?SERIA DO RESPONSAVEL PELA EQUIPE DE SEGUNÇA?...ACREDITO EU Q UMA PESSOA COM PROBLEMAS DO CORAÇAO NAUN PODERIA ESTAR TRABALHANDO COMO SEGURANÇA DE UMA CASA NOTURNA ONDE ROLA MUITAS BEBIDAS E GENTE PERDENDO ALINHA...UM LUGAR COMO SEMPRE ESTA SUJEITO A CONFUSOES...
 
leandro gonçalves de oliveira em 24/03/2011 08:08:17
OLHA NÕA CONHECIA O BRUNAO MAIS TEMOS AMIGOS EM COMUM,DIZEM QUE ERA UMA PESSOA DA MELHOR QUALIDADE,QUANTO AO BRIGÃO DIZEM TER REGISTROS DE BRIGAS EM VARIOS LUGARES,SEGUNDO SEU AMIGO E PROFESSOR ELE NÃO ERA DE ARRUMAR ENCRENCA...SÓ QUANDO BEBIA,ENTÃO ELE COMO CONHECEDOR DE ARTES MARCIAIS DEVERIA DAR O EXEMPLO,VEJO AI UMA QUESTAO DE CARATER MESMO,IRRESPONSABILIDADE,E ACIMA DE TUDO INFELICIDADE..QUEM BEBE SABE QUE O ALCOOL CAUSA A SENSAÇÃO DE LIBERDADE,DE UMA CERTA FALTA DE RESPONSABILIDADE COM A VIDA SUA E AS ALHEIAS,DIGO ISSO PQ TBEM INGIRO BEBIDA ALCÓLICA,MAIS AGORA DEPOIS DE TANTAS CABEÇADAS,ACIDENTES,APRENDI A DOSAR A FREQUENCIA COM QUE TOMO UMA GELADA.,AGORA JULGAR O RAPAZ UM MONSTRO CHEGA A SER IRRACIONAL,DA MINHA PARTE E DE TODOS Q AQUI DEIXARAM SEUS COMENTARIOS,TENHO CERTEZA Q ESTE RAPAZ TERÁ TEMPO DE SOBRA PRA REFLETIR,SE AUTU-PENITENCIAR PELO DELITO COMETIDO E A JUSTIÇA DE DEUS TARDA MAIS NÃO FALHA...O INFERNO É MESMO AQUI!!!PORTANTO MEU GAROTO QUE DEUS TE DÊ O CONSOLO QUE VC E SUA FAMILIA NESCESSITA,E AO BRUNÃO QUE DEUS TENHA GUARDADO UM LUGAR ESPECIAL PRA VC!!!!
 
Evandro Dicaprio em 24/03/2011 08:06:07
estao querendo praticamente dizer que o vilao ai eo segurança trabalho na area a 10 anos deixamos nossos lares pare defenderem os bens de outrem e manter a ordem do local agora e facil criticar o video mas ninguem sabe oque houve ao certo la dentro se ponha no lugar do segurança qdo chega a esse ponto porq nao tem escolha ja foi desacatado ao limite conheço bem esses tipos
 
paulo cesar em 24/03/2011 07:54:30
Rapaz... como aparece gente defendendo um maluco desses que matou um segurança que não estava abusando da força. Estava fazendo o trabalho dele: tirar de dentro do bar os brigões e desordeiros. Foram três seguranças? Justifica-se pela forma como o brigão se debatia e, mesmo bêbado, deveria ainda ser um perigo por saber lutar (deveria usar pra se defender, não pra atacar). Atinge com um chute no peito e ainda aparece quem vem dizer que não existe golpe que possa matar alguém? Se não existisse, o segurança, que estava TRABALHANDO para garantir a ORDEM e SOSSEGO no local, não teria morrido. As matérias deixam bem claro: o brigão estava TUMULTUANDO, sendo INCONVENIENTE e DESRESPEITANDO garçons, seguranças e pelo visto, até clientes.

E digo: Quem está com dó do sujeito que tirou a vida do segurança: leva pra própria casa, sustenta e registra no nome...
 
Daniel F. Silva em 24/03/2011 07:45:28
Esse "professor" se formou onde? Ele tem licenciatura? Qual faculdade de educação física ele se formou? Pq olha... Para escrever essa barbaridade aqui:



“Várias vezes ele arrumou briga em festa, gostava de badernar, mas nunca arranjou encrenca de graça, sem motivo. Acho que ele era um cara inseguro, que na verdade gostava de se auto-afirmar arranjando briga”, diz. E dizer que esse assassino não era violento...

Só por Jesus heim "professor"... Isso que é manchar e macular uma classe (a de professores).

O cara já teve que "apartar" brigas do "santinho" e sabia que o "aluninho" bebia e ainda assim "brigou" para graduar o brigão????

Socorro Federação Nacional de JiuJitsu, intervenção URGENTE em Mato Grosso do Sul!!!!
 
Liziane Berrocal em 24/03/2011 07:42:11
Daqui a pouco o segurança é que vai ser o culpado de tudo. Esse pessoal que está defendendo o assassino me lembra uma certa turma de direito da Unaes, alguns anos atrás, quando um dos alunos foi denunciado por estupro, com várias vítimas reconhecendo-o. NÃO SE VIU UM SÓ COLEGA CONDENANDO-O!
 
ricardo griao em 24/03/2011 07:38:08
vcs ficam falando que o cara era bom porque nao foi alguem da sua familia
ai sim eu quero ver
 
sergio rene b da silva em 24/03/2011 07:36:56
Pelo depoimento do "treinador" aí, percebe-se que o acusado Christiano é contumaz em vias de fato, senão vejamos: “Várias vezes ele arrumou briga em festa, gostava de badernar, mas nunca arranjou encrenca de graça, sem motivo. Acho que ele era um cara inseguro, que na verdade gostava de se auto-afirmar arranjando briga”. E "que em várias ocasiões teve de “apartar” brigas de Christiano antes de seguranças chegarem".
Bem, enfim, percebe-se - por este perfil caracterizado pelo seu "treinador" - que ele é uma ameaça em potencial... Claro que era questão de tempo acontecer algo grave. Uma pena!
Agora, que tudo seja apurado com tranquilidade e que a Justiça seja feita.

 
Mara Teixeira em 24/03/2011 07:28:12
Vamos fazer o seguinte, Srª Katia e Srº. Edir, qd ele sair da prisão daqui uns longos anos, chame para tomar algo com vcs já que acham tao normaçl oqeu ele fez.
E no final torce para ela nao ficar bravinho.
 
Júlio César Silva em 24/03/2011 07:23:16
Treinador, professor... com 08 anos de prática ?? quiquéisso ? tem formação em Educação Física, conhece anatomia? Agora então com esse tal de MMA, vai pipocar academia e treinadores de todo tipo, inclusive alguns que afirmam sobre coisas que desconhece,e dá nessas besteiras; deixe-me lhe apresentar meu soco sobre coração p ver se aguenta, é um só. Melhor procurar uma academia credenciada e treinar mais um pouquinho, buscar conhecimento antes de se meter a tereinador.
 
Hennois D Karanowa em 24/03/2011 06:59:23
Em primeiro lugar gostaria de agradecer a equipe de reportagem do Campo Grande News pela matéria acima. A primeira que abriu um espaço para que se ouvisse a versão da outra parte. Isso é garantir o Status de um Estado Democrático de Direito onde antes de se condenar alguém, que dêem a este o direito de ampla defesa do Contraditório e de um Julgamento justo por um Juiz de Direito. Não como vinha acontecendo o linchamento de notícias na mídea causando uma grande comoção popular contra o agressor. Muitas vezes nem verdadeira mas com um conteúdo retórico muito forte onde se procurou destacar que o agressor é rico , é playboy e sua familia é abastada garantiria sua impunidade. Isso só fez incendiar a opinião pública contra o agressor ultilizando-se da velha dicotomia do pobre contra o rico. Sinto muito pela perda de um jovem como o segurança Jeferson Bruno, antes de mais nada eu sou pai e sei que perder um filho é uma dor incomensuravel e envio meus sinceros sentimentos a familia do falecido, no entanto, os fatos devem ser analisados sem preconceito livres da emoção, do ódio ou sentimentos de vingança. Olhando as imagens percebe-se que o rapaz estava alcoolizado e por estar embriagado foi corretamente retirado do rescinto por vários seguranças de forma exageradamente violenta e humilhante na frente de sua namorada e de seus amigos e este dava chutes a esmo para todos os lados, sendo que um deles lamentavelmente acertou o Bruno de forma fatal. Houve falta de treinamento e preparo aos seguranças que trabalhavam na Valey pub, na minha opinião a grande responsável pelos acontecimentos , porque uma casa nouturna vende-se á adolecentes deve estar melhor preparada para eventos dessa natureza. No mais devemos aguadar os resultados do laudo e dos exames de necroscopsia. Uma grande e lamentavel fatalidade. Que Deus ilumine à todos.
 
claudio dolabani em 24/03/2011 06:55:18
Amigos, não conheço nem conheci, nenhum, nem outro dos envolvidos nesta fatalidade. A verdade é, conforme ditado popular: "Quem procura, acha". Infelizmente um ser humano perdeu sua vida e outro (por enquanto) sua liberdade. Não cabe a nós fazermos julgamentos precipitados dos envolvidos. Para isso, existem os meios legais, onde a policia fará todo o levantamento de provas necessárias e o Judiciário julgará, com base nas evidências apresentadas. É lamentável, que ocorram fatos como este, em ambientes de lazer ou quaisquer outros que sejam. O ser humano tem que aprender a viver em harmonia, sem querer ser melhor que o outro. Temos que "aparecer" com atitudes dignas e belos gestos com o próximo.Tem muita gente que desconhece a Humildade. Esta vida é tão boa e curta ao mesmo tempo. Peço a DEUS que abençoe e de paz para estas famílias dos envolvidos. E que proteja a todos sem distinção.
 
Jamil Junior em 24/03/2011 06:40:37
Se ele não sendo violento,matou o cara !!!!!imagina se fossse violento então???
Não deve ficar impune
 
adriel soares em 24/03/2011 06:26:15
Não me conformo com a cara de pau do povo... o cara brigou a vida inteira e nunca a turma dele de direito se reuniu para tentar mudar o seu comportamento... agora toda a turma esta unida pra tentar tirar ele da cadeia.. nao tao nem aí para quem morreu... já falaram em legitima defesa, em seguranças despreparados, agora já estão até dando uma de médicos e falando que o segurança tomava um remédio pro coração que provocou sua morte.. Esse Cristiano tem que ficar preso, não pode ser solto senão mais vidas vão ser perdidas e lesões corporais vão correr solto pelas festas que ele frequentar....
 
Antônio Carlos em 24/03/2011 06:17:54
A Morte do segurança foi uma fatalidade isso é claro e não se discute, no video mostra cristhiano sendo escurraçado para fora da boate por 3 seguranças e no chão tentando se defender, percebam que no video ele leva chute e até um tapa na cabeça que não chega a acerta-lo, nao estou dizendo que ele é inocente, só que do jeito que está sendo tratado com julgamentos precoces não esta certo. acho que devemos saber ver bem antes os fatos e provas antes de julgar uma pessoa como estão fazendo.
 
Pedro Antônio em 24/03/2011 06:16:52
... é impossível tentar mascarar as atitudes desse MONSTRO, as cenas do vídeo mostram sim golpes de luta, este movimento conhecido como "pedaladas" desferidos de baixo para cima com uma potência surpreendente visto que tinha todo o apoio do chão...

"outro lado da estória" ???? a HISTÓRIA é que um trabalhador foi morto brutalmente e como não poderia ser diferente, uma mera reação de feromônio leva a outra interpretação, não passa de "eugenia", tentar explicar o inexplicavél... "muito bom..." é reclamar da violência, mas me parece que é uma daquelas que quando pára seu carrinho da esquina vem um entregador de panfleto já reclama da "sujeirinha do seu carrinho", e ao mesmo tempo reclama da violência que temos quando não podemos expos nossos tênis novinhos e alvos com o "visto"...

... só resta pedir aos donos dos bares para que o uniforme dos garçons passe a contar com uma sunga para que os desejos sexuais mais sórdidos dos consumidores possam ser melhor satisfeitos...
 
MARCELOS DOS SANTOS em 24/03/2011 06:02:56
Graças a DEUS uma pessoa sensata e lúcida.......KATIA BEATRIZ.
ONDE VOCÊS ENCHERGAM SOCO????? NÃO CONSIGO VER NO VÍDEO....
SERÁ QUE ALGUÉM DE VOCÊS QUE TENTAM CONDENAR ESTE RAPAZ ANTECIPADAMENTE AGUENTARIAM SER ABUSADOS PELOS SEGURANÇAS....FOI ABUSO....JOGADO FORA DA CASA NOTURNA COMO UM ANIMAL, CHUTADO...O QUE VEJO FOI ESTE SEGUNÇA QUE INFELIZMENTE FALECEU, DAR GRAVATA NELE...CHUTAR, ECT.
ESTÃO TENTANDO INVENTAR COISAS.....QUE O RAPAZ AGORA É GAY.....KKKKKK
NÃO CREIO....MAS SE PASSOU A MÃO OU N ÃO ISTO NÃO JUSTIFICA...
JULGAR ANTECIPADAMENTE , NÃO É FAZER JUSTIÇA...
MESMO ELE TENDO ERRADO NO PASSADO...NÃO É MOTIVO PARA ESTA CONDENAÇÃO SUMÁRIA.
 
Gilmar candido em 24/03/2011 06:02:21
Percebe-se claramente que este professor é impreciso em sua afirmações, nestes casos, acredito que a melhor forma de querer ajudar seu amigo é permanecer calado.
 
Rodrigo firmino em 24/03/2011 06:01:57
Bom! E isso tudo dito, justifica ele ter batido tanto no cara que levou ele a morte? Justifica matar uma pessoa?
 
Dora Soares em 24/03/2011 05:41:02
é evidente que foi uma fatalidade, tenho certeza que ele não queria matar ngm, mais infelizmente ocorreu essa fatalidade e ele terá que arca com as consequências, mais oque me admira mais é o fato de a maior polêmica dessa situação ser o fato do rapaz lutar jiu jitsu, e se ele fosse jogador de futebol ou dançarino ia fazer alguma diferença? não né, ele ia responde pelas mesmas coisas, ia te a mesma pena, não é? E pra quem não conhece o jiu jitsu ve uma coisas dessas e acha que no esporte só tem mal carater, gente briguenta, e o esporte não tem nada de violento pelo pouco que eu conheço. Por isso procurem saber antes de julgar, e tenho certeza que esse menino foi muito bem instruido dentro do jiu jitsu pelo seus professores, mais infelizmente o professor aconselha o melhor mais nem todo mundo segue seus conselhos.
 
Juliana Rodrigues em 24/03/2011 05:40:35
Que isso Katia ??!!! deve ser que a "vida" para voce esta bem longe ser uma "Vida" , pense um pouco se fosse filho seu, ou que voce possa ter um e ter que enfrentar esse tipo de situaçao, deve ser 'MUITO BOM" mesmo, olhar com outros olhos para pessoas como voce que acha que pode tudo até mesmo sair bebendo com toda inrresponsabilidade sem o minimo respeito pelo proximo... DEUS vai tocar ainda seu coraçao ... cuidado tambem para voce nao ser tirada de algum lugar assim como esse animal...
 
Luiz Fernando em 24/03/2011 05:37:59
Muito bom seu comentário Katia Beatriz, será que vc tbem opnaria da mesma forma se fosse um parente seu?Vc está esquecendo do sofrimento da mãe do rapaz que nunca mais poderá ter seu filho de volta>Francamente, seu comentário é ridículo.
 
admir soares em 24/03/2011 05:19:50
Me desculpe o professor do rapaz, mas há sim uma possibilidade de golpear e levar o oponente a óbito.
Logo abaixo da região peitoral (na altura do diafragma) há um "osso flutuante". Um golpe violento, exatamente como o mostrado no vídeo (chutes onde o agressor, apoiado com as costas ao chão os defere de baixo para cima), poderia sim quebrar esse "osso" e lesar o coração.
Não discuto se a intenção do agressor era este resultado, mas não tenho dúvidas que, sendo ele lutador, assumiu o risco.
Lembrem-se, uma pessoa morreu porque alguém, de forma irresponsável, decidiu usar o que lhe ensinaram sem entender direito os limites daquele conhecimento.
Já vi no passado pessoas aprendendo algo diferenciado, mágico aos olhos dos leigos, sentindo uma descontrolável necessidade de testar o conhecimento. Ver no que poderia dar.

É provável que isso passe pela cabeça deste agressor, a dedução não de um todo exagerada considerando o histórico do rapaz.
Mas, uma coisa é certa. Garoto novo, bem tratado, no presídio, tenho certeza que ele vai se arrepender do que fez.
 
José da silva em 24/03/2011 05:13:00
Realmente o cidadão Christiano não é violento. Bateu numa pessoa "sem querer", que hoje vive isolado em casa por causa da surra que tomou. Também foi expulso do bar por vários seguranças, causando uma situação onde o segurança morreu. Quem é o louco que acha ele não é calmo? Violentos somos nós, querendo uma punição exemplar pra alguém que bebe sem limites. Pirados todos estamos, por ver no video (não, nem fotos, nem depoimentos e sim video!) claramente uma situação de confusão na Afonso Pena. Entretanto, uma minoria acha que estamos sendo precipitados. De fato, Christiano não é violento.
 
Jeferson Peres em 24/03/2011 05:09:49
Acho que esse menino está sendo julgado precocemente, e sem defesa. Pelo vídeo ele foi retirado desse bar e agarrado por treis ou mais seguranças, quem no lugar dele agiria diferente ? Eu tentaria de tudo para me livrar tbem desses seguranças que são grosseiros e nem treinados são para lidar com pessoas eles se acham até parecem policiais. Não tem tato para tratar com pessoas..............
 
edir da silva em 24/03/2011 04:53:58
Um mestre de jiujitsu de 23 anos... Por aí vc começa a perceber o meio que esse jovem vivenciava. Como praticante da arte suave eu digo que a troca de faixa acontece por varios motivos: tempo de treinamento, mérito, humildade, técnica, agora nem o foi o Cristhiano que teve mérito de se graduar, foi o "treinador" que se esforçou p gradua-lo! Brincadeira, Miguel Contis Filho "faixa preta" "mestre" de jiujitsu! guardem esse nome...
 
Joquim Navarro, pecuarista em 24/03/2011 04:47:27
NÃO ESTAMOS FALANDO DA CLASSE FINANCEIRA DELE,SÓ O FATO,HOUVE UMA MORTE E ELE TEM SER PUNIDO,POR ESSE CRIME,QUE JÁ NÃO É O PRIMEIRO Q ELE ATACA NAS NOITES,DE CAMPO GRANDE,ELE MERECE UMA PUNIÇÃO,PORQ HÁ UMA PESSOA MORTA,POR CAUSA DESSE INDÍVIDUO.
 
maira mendes em 24/03/2011 04:39:37
Concordo que mitas vezes seguranças de casas noturnas em campo Grande, uma vez memso ouvi uma mulher dizendo 'Aqui eu não posso fazer anda, lá na outra boate eu sento a mão na cara das meninas". Amigos meus já foram escoraçados de casas noturnas de maneira brutal. Mas o que se percebe naquele vídeo é que um segurança não foi suficiente para retirar o cara da festa, foram necessarios varios e ele vai embora e volta pra bater no segurança de novo. Se ele não queria arrumar briga deveria ter votado lá para bater nos seguranças, e não deveria ter agredido os seguranças, pérdeu a razão. Sinceramente não acredito na inocência dele. Me desculpem os que forem a favor dele.
 
Bárbara Teruel em 24/03/2011 04:38:42
Obviamente que o cara tentou se defender dos seguranças e no empurra - empurra acabou assassinando o Brunão, a morte dele com certeza foi uma fatalidade; aliás a profissão de segurança tem os seus riscos assim como outras profissões também tem, mas em graus diferentes.
O que as autoridades devem (mas não vão) observar, é que esse jovem, Christiano, já possuia um histórico de brigas e confusões, uma delas foi até divulgada em um canal de televisão. Não acho que houve dolo por parte do Christiano em relação a morte do segurança. Mas causar confusões e bater em pessoas parece ser uma atitude que lhe causava grande prazer.
Concluindo, o Christiano foi vítima da própria jactância e acabou ceifando a vida de um trabalhador honesto. Resta aos juristas identicar, culpa ou dolo. Há de se averiguar esse treinador, se o cara sabia que o Christiano era problemático, porque insistir em treinar uma pessoa assim?
 
Rogério Antunes em 24/03/2011 04:28:00
Andre Silveira conheço o Miguel e sei que ele é um ótimo atleta e que por varias vezes colocou o estado do MS no podio em campeonatos importantes, inclusive campeonatos brasileiros e europeu de jiu jitsu. Acho que a faixa preta dele é merecidissima, e ninguem melhor do que ele para analisar o que aconteceu no video. A faixa preta dele tem o selo da Gracie Barra, acho que respondo a sua pergunta sobre quem graduou ele. Tente conhecer o historioco das pessoas antes de comentar aqui.
 
David Fagundes em 24/03/2011 04:20:48
Muito infeliz o comentário da Kátia. Há todo momento o bad boy estava querendo "causar" no pub aquele dia e nao só lá,pq todos comentar que sempre gostou de se aparecer perante os outros.Quem sabe agora depois que tirou a vida de uma pessoa trabalhadora e cheia de sonhos tenha a puniçao que deveria ter há tempos já.
 
Bruno Rafael em 24/03/2011 04:18:43
desculpa katia, mais alguem que vive arrumando confusão uma hora ou morre ou mata, ele ja aprontou demais, o rapaz que ele bateu anteriormente quase ficou desfigurado, desculpa mais ou param ele agora, ou ele vai continuar aprontando e abrindo precedentes para outros fazerem o mesmo, não é porque vc paga que não tem que respeitar os trabalhadores de um ambiente social, outra somos seres humanos e não feras que que precisam de adestrador.
 
jane fernandes em 24/03/2011 04:12:39
Agora querem defender o brigão por conta que ele teria reagido a ação dos seguranças e por conta disso ele seria inocente, pasmem!!! Pessoal o cara tava bêbabdo no bar importunando a todos clientes e funcionários, inclusive passou a mão nas nádegas de um dos garçom da casa, horas, ele teve uma ação e sofreu uma reação por parte dos seguranças. Afinal, se um cara meter a mão na sua bunda você vai sorrir para ele???? Esse rapaz causou a morte do segurança...agora é esperar que os jivens de nossa capital saiam nos bares apenas para se divertir.
 
Adenilson Silveira em 24/03/2011 04:09:46
A questão é o seguinte, se houve golpe fatal ou não se o cara é lutador ou não se o segurança é gordo ou despreparado ou não e sim que morreu um ser humano devido a agresividade do rapaz e a falta de preparo do outro que não soube levar a situção sem confronto fisico, conheço uma boa parte do pessoal do jiu-jitsu e a metade não sabe seus limites, mais tem muita gente boa como o Prof do Christiano, mais agora o pessoal quer saber quem deu faixa pra quem, isso esta mudando o foco do acontecido.
 
Carlos Eduardo em 24/03/2011 04:05:17
Agora Pronto.

Quem estava errado era o Segurança que acabou falecendo, no mínimo estás pessoas que estão defendendo são parentes, só pode. Alguem em sã conciencia nao defendeira m assasino, tirando é claro o advogado que é pago para isso.
A outra briga a anos atras, o rapaz já tem antecedentes, e melhor preso, vai se solta e ele briga com o seu filho em algum lugar? E isso acontece com algum ente querido seu.
Será que vc vai ficar com esta mesma opinião?
 
Julio Cesar Silva em 24/03/2011 04:02:44
A srta Katia acha entao que é normal arranjar encrenca na balada e que a culpa é do segurança???? Se o jovem tivesse bolinado ou importunado a senhorita tenho certeza que gostaria de vê-lo sendo lançado para fora do estabelecimento.
 
Josivaldo Marques em 24/03/2011 03:54:16
Reincidente em agressão!!!

Só lembro que o acusado já tem antecedentes por violência. A situação ocorreu na Expogrande, a vítima ficou com sequelas sérias.

 
Iasson Prestes em 24/03/2011 03:53:40
Veja o que diz o professor: "Várias vezes ele arrumou briga em festa, gostava de badernar, mas nunca arranjou encrenca de graça, sem motivo. Acho que ele era um cara inseguro, que na verdade gostava de auto-afirmar arranjando briga”. Primeiro fala que o Cristiano nunca arranjou encrenca de graça, sem motivo e logo após fala que ele gostava de arranjar briga para se auto-afirmar. Por acaso arranjar briga para se auto-afirmar é algum motivo???
 
Antônio Carlos em 24/03/2011 03:49:59
Não é violento?
E o que é ser violento para esse senhor? A violência não se caracteriza apenas quando se está sóbrio. Dessa forma qualquer um é bonzinho. O violento só aparece quando ingere alcool ou qualquer espécie de droga e, neste caso, pelas proprias palavras do cidadão que atacou o segurança, estava altamente alcoolizado.
E agora querem fazer parecer que o coitado morreu por culpa dele mesmo ou de uma doença que tem de existir para salvaguardar a honra desse nobre rapaz, que só tem o defeito de "aparecer" e beber. Coitadinho, não?
Esse treinador deveria seguir os conselhos dos meus avós: No caso de não ter o que falar, melhor que fique quieto.
 
Lara Cardoso em 24/03/2011 03:31:16
Muito bom, que começaram a olhar um pouco o outro lado da "estória": no vídeo é evidente que o cara só está se defendendo, quando o segurança (que claro que não merecia ter tido sua vida interrompida), não larga do colarinho do "rapaz", depois de ter jogado o mesmo para fora da “casa”. Continuo duvidando que alguém aguentasse passar por isso, toda ação tem uma reação, pelo que o vídeo mostra, foi uma FATALIDADE. E o que temos que impor é uma maior preparação para seguranças de "baladas", para que possam lidar com situações “problemas”, com pessoas alcoolizadas... pois o certo não é jogar, escorraçar uma pessoa para fora de um ambiente, descer o porrete. O maior problema, desse jovem, é que ele é rico, ou pensam que o mesmo seja pelo fato de morar em bairro nobre. Pasmem!
 
Katia Beatriz em 24/03/2011 03:16:43
Estranho demais...
Graduaram um badboy invés de punir.
Tem que ver quem graduou esse preta tb.
Aqui no estado existem apenas 2 mestres capacitados a graduar um a faixa preta.
 
Andre Silveira em 24/03/2011 03:06:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions