A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

02/10/2014 11:32

Professores e Olarte fazem quarta reunião sobre impasse do reajuste

Aline dos Santos e Kleber Clajus
Reajuste para professores é discutido em reunião no gabinete de prefeito. (Foto: Kleber Clajus)Reajuste para professores é discutido em reunião no gabinete de prefeito. (Foto: Kleber Clajus)

O impasse sobre o reajuste dos professores é discutido na manhã desta quinta-feira na quarta rodada de negociações entre a ACP (Associação Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública) e o prefeito Gilmar Olarte (PP). A reunião acontece no gabinete do prefeito. Mais cedo, durante evento no CCI (Centro de Convivência do Idoso) Vovó Ziza, Olarte sinalizou que não há como aplicar o reajuste de 8,46% na íntegra.

“Vamos continuar a conversar com os professores e, se tivermos condições, vamos pagar de forma integral. Senão, vamos pedir que nos ajudem e deem um voto de confiança, porque lá atrás o prefeito pagou os 18% sem poder e conseguiu. Preciso da ajuda dos professores para que a gente possa escalonar”, afirmou Olarte.

Já o presidente da ACP, Geraldo Alves Gonçalves, antecipou que a categoria não aceita o pagamento escalonado. Pelos cálculos da associação, o impacto do reajuste na folha de pagamento da Capital será de R$ 3.308 milhões, ampliando o comprometimento da prefeitura com gastos de pessoal de 48,7% para 49,21%.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions