A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/07/2015 11:08

Projeto implanta pavimentação com esgoto e calçada padrão em bairros

Michel Faustino
Obras estão 70% concluídas e pavimentação deve avançar para mais seis ruas. (Foto: Vanessa Tamires)Obras estão 70% concluídas e pavimentação deve avançar para mais seis ruas. (Foto: Vanessa Tamires)
Em frente a casa de Tarciso já foi feita toda a pavimentação e calçada com piso tátil está sendo concluída. (Vanessa Tamires)Em frente a casa de Tarciso já foi feita toda a pavimentação e calçada com piso tátil está sendo concluída. (Vanessa Tamires)
Dona de casa diz que obra deu vida ao bairro e a casa para limpa. (Foto: Vanessa Tamires)Dona de casa diz que obra deu vida ao bairro e a casa para limpa. (Foto: Vanessa Tamires)

Os moradores dos bairros Danúbio Azul e Futurista, que surgiram há 16 anos como ocupação na região do Parque dos Poderes, já comemoram a fase final das obras de esgoto, drenagem, asfalto e calçada padronizada com acessibilidade nas esquinas e piso tátil. A previsão é de que toda obra seja concluída até o mês que vem.

O projeto integra a etapa B do Complexo Mata do Jacinto, e conta com investimento de R$ 35,5 milhões em obras de controle de enchentes, drenagem e pavimentação, financiado com recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), contratados junto à Caixa Econômica Federal.

Para o catador de material reciclável Tarciso Fernandes, 58 anos, que mora desde 1996 na Rua São Luiz Cáceres, no Danúbio Azul, a obra representa um avanço e irá trazer uma melhora significativa na qualidade de vida dos moradores.

“Eu lembro muito bem que antes de ficar essa maravilha era impossível a gente andar em dia de chuva, por exemplo. A gente não podia nem sair de casa e quem tava de fora não chegava aqui no bairro também. Agora com asfalto, esgoto e até calçada, fica muito bom. Estávamos precisando disso”, comentou.

O morador lembra ainda que quando os núcleos urbanos começaram a ser formados, há 16 anos atrás, as condições eram precárias, mas hoje a realidade é outra.

“Aqui era só mato, ninguém queria ficar. A gente tinha problema com água, luz, era tudo a base da gambiarra. Aos poucos foi melhorando e hoje, com tudo isso que está sendo feito, a gente sente orgulho de ter passado todas as dificuldades para estar aqui. Como vocês podem ver ai, hoje a gente mora em um bairro padrão. Onde tem calçada bem feita, que atende os deficientes. Asfalto, esgoto e só coisa boa que deixa a gente até feliz”, disse.

Na avaliação da dona de casa Elisabeth Freitas, 59 anos, que mora no Jardim Futurista há 17 anos, além do progresso, as obras trouxeram alegria aos moradores. Na rua dela, a Cidade Jardim, já está tudo pronto.

“Hoje você anda ai pelo bairro e vê a gurizada andando de skate, jogando bola, correndo, brincando. Antigamente não era assim, as ruas tinham um aspecto ruim, sem contar que quando a molecada ia brincar todos ficavam encardidos”, comentou.

Segundo Elisabeth, lavar roupa ou deixar a casa limpa, por exemplo, era algo praticamente impossível.

“Aqui nada parava limpo por causa do poeirão. A gente estendia roupa no varal e hora que ia recolher tava toda cheia de areia. Hoje a gente tem menos problema com isso, dá pra deixar a casa limpa por mais tempo também”, finalizou.

Ligação - As obras completam a malha viária asfaltada de acesso do Danúbio Azul ao centro da cidade pela Avenida Mato Grosso, sem passar por dentro do Parque dos Poderes. Este trajeto poderá ser feito pela Rua Lise Rose que atravessa o bairro deste o Estrela Dalva e termina na Avenida Hiroshima e se conecta com a Rua 15 de Dezembro que termina na rotatória da Mato Grosso na entrada do Parque dos Poderes.

Obra tem calçada padronizada com acessibilidade nas esquinas e piso tátil. (Foto: Vanessa Tamires)Obra tem calçada padronizada com acessibilidade nas esquinas e piso tátil. (Foto: Vanessa Tamires)
Criançada aproveita rua asfaltada para brincar. (Foto: Vanessa Tamires)Criançada aproveita rua asfaltada para brincar. (Foto: Vanessa Tamires)


Como são as coisas nesse pais, bairro com 16 anos, ja recebe toda essa melhoria, tem bairro com mais da 30 anos, nem se que recebe visita do podre publico.
 
Rondinelio em 18/07/2015 11:46:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions