A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/09/2013 16:28

Protesto reúne bancários, carteiros e índios no centro

Mariana Lopes e Marcos Ermínio
Grupos protestam em ruas do Centro de Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)Grupos protestam em ruas do Centro de Campo Grande (Foto: Marcos Ermínio)

Bancários, carteiros e índios estão protestando nas ruas do Centro de Campo Grande, na tarde hoje (24), e o trânsito, na altura da avenida Afonso Pena e rua 14 de Julho, está interditado.

Os manifestantes seguem pela rua Marechal Cândido Mariano Rondon e depois vão até a rua Barão do Rio Branco, onde devem parar na agência do banco Itaú. O protesto reúne cerca de 200 pessoas e cada categoria reivindica melhorias aos trabalhadores.

No caso dos carteiros, é cobrado a reposição da inflação em 7,13%; reajuste salarial de pelo menos 15%; incorporação no salário base (que atualmente é de R$ 1.004 por 40 horas semanais) de R$ 200, entre outros. A categoria reclama de não haver negociação com o pedido.

Os indígenas pedem melhorias na área da saúde. Cobram da Sesai (Secretaria de Saúde Indígena) mais postos de saúde, medicamentos e viaturas. Eles também afirmam que não têm um coordenador para lutar pelos direitos dos índios.
Os bancários reivindicam o fim da tercerização e cobram a rotatividade de funcionários nas agências. A classe está em greve desde a semana passada.

Os grupos se encontraram em frente à agência do Banco do Brasil, na avenida Afonso Pena com a rua 13 de Maio, de onde seguiram pelo Centro da Capital em marcha de protesto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions