A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

28/03/2016 19:08

Quadrilha ataca em condomínio de luxo, mas cai ao trocar dólar por reais

Furto aconteceu na sexta-feira (25); seis suspeitos foram identificados, sendo três adolescentes

Bianca Bianchi
Alguns dos objetos furtados pela dupla, avaliados em R$ 100 mil (Foto: Alan Nantes)Alguns dos objetos furtados pela dupla, avaliados em R$ 100 mil (Foto: Alan Nantes)

A troca de de US$ 300 por reais e euros em uma casa de câmbio, em Campo Grande, ajudou a Polícia Civil a recuperar quase R$ 100 mil em jóias, relógios e outros objetos furtados de duas casas de um condomínio de luxo na noite de sexta-feira (25). Ao final das investigações, três adolescentes foram apreendidos e outras três pessoas foram presas.

De acordo com o delegado Hoffman D'ávilla, as investigações começaram no sábado, quando Daniela de Oliveira Pires, 30 anos, foi até uma casa de câmbio para trocar US$ 300. Desconfiados do valor e do comportamento da mulher, policiais a abordaram e descobriram que ela é mãe de um adolescente de 15 anos, com histórico de atos infracionais, e que teria participado de um furto na noite de sexta-feira. Imagens de segurança do condomínio ajudaram a identificar os suspeitos.

Segundo a Polícia Civil, o filho de Daniela e outro adolescente, de 17 anos, teriam escalado o muro do condomínio Altos da Afonso Pena e desativado a cerca elétrica na noite de sexta-feira e furtado duas bicicletas que estavam na garagem da casa de número 193. De lá, teriam seguido para uma outra residência, de onde levaram jóias, anéis, notebook, relógios, notas estrangeiras e cartões de crédito.

Delegado Hoffman, responsável pelas investigações (Foto: Alan Nantes)Delegado Hoffman, responsável pelas investigações (Foto: Alan Nantes)

Durante as buscas, policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Polícia Civil localizaram os objetos furtados espalhados em diversos pontos da cidade. As bicicletas, da marca Scott, são avaliadas em R$ 10 mil cada e os relógios custam cerca de R$ 5 mil cada um.

"Esses dois meninos são usuários de drogas e especialistas em furtos à residências, encontramos alguns objetos em bocas de fumo, em casa de parentes, e até mesmo escondidos no meio do mato. Eles pulverizaram os objetos furtados na tentativa de dificultar o trabalho da polícia", relatou Hoffman.

Daniela foi autuada erm flagrante pelos crimes de receptação e corrupção de menores. Um casal, que não teve a identidade revelada, foi preso transportando três dos relógios furtados no compartimento de uma moto Biz e uma adolescente, de 13 anos, que seria irmã de um dos suspeitos de cometer o furto também foi apreendida quando tentava esconder alguns itens furtados em um matagal.

Objetos de valor furtados na sexta-feira em um condomínio de luxo da Capital (Foto: Alan Nantes)Objetos de valor furtados na sexta-feira em um condomínio de luxo da Capital (Foto: Alan Nantes)
Bicicletas furtadas da garagem de uma das casas são avaliadas em R$ 10 mil (Foto: Alan Nantes)Bicicletas furtadas da garagem de uma das casas são avaliadas em R$ 10 mil (Foto: Alan Nantes)


Só lamento que não tenham o mesmo empenho quanto se trata de pessoas com poder aquisitivo menor, semana passada, no bairro onde moro, foram assaltados três adolescentes, em um deles chegaram a por uma arma na cabeça, em outro, bateram, e não vi metade desse empenho em localizar os marginais. Só queria registrar, que devemos ter o mesmo tratamento, mesmo porque, pra quem tem menos posse, mais difícil fica. Essa cidade esta abandonada, onde moro, ninguém se atreve mais a ficar nas ruas, nem mesmo durante o dia. Pra onde vai tanto imposto? Será que as pessoas que moram neste condomínio de luxo merecem mais respeito e consideração que o restante da população?
 
Vanuza Ribeiro de Souza em 29/03/2016 12:36:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions