A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/07/2011 23:46

Quadrilha de contadores falsificava documentos para reativar empresas

Paulo Fernandes

Por meio da operação Corsário, o Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado) desvendou um esquema criminoso com a participação de contabilistas e cumpriu sete mandados de busca e apreensão, nesta quinta-feira, em casas e escritórios de contabilidade de Campo Grande.

As investigações do Gaeco começaram em fevereiro. Desde então foram coletados dados e materiais relacionados a quadrilha que falsifica selos, carimbos, chancelas e firmas de cartórios extrajudiciais e da Junta Comercial do Estado.

Os criminosos falsificavam selos públicos e firmas para reativar empresas que se encontram em atividades paralisadas há vários anos e, por meio delas, para vender cotas e se apoderar de seus bens.

De acordo com o Portal do MPE (Ministério Público Estadual), uma das vítimas dos falsificadores perdeu dois imóveis, que hoje estão em nome de um dos integrantes do grupo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions