A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

08/01/2013 19:11

Quando o vizinho não faz sua parte, o bairro todo tem medo da dengue

Nícholas Vasconcelos e Helton Verão
No Jardim Anache, mato lixo se espalha mesmo com aviso de proprietário. (Foto: Luciano Muta)No Jardim Anache, mato lixo se espalha mesmo com aviso de proprietário. (Foto: Luciano Muta)

A cada dois anos Campo Grande vive uma epidemia de dengue. Este ano, já são 125 casos notificados a cada dia, na primeira semana de 2013. Segundo as autoridades em Saúde, umas das explicações é que a população não colabora com a eliminação dos focos do Aedes aegypti.

Em uma volta por dois bairros da cidade na tarde desta terça-feira (8) o que se vê é que enquanto alguns moradores mantêm tudo limpo dentro de casa, o vizinho se descuida e o medo aumenta.

No Jardim Anache, região Norte da Capital, a aposentada Maria Auxiliadora da Guia, 54 anos, disse que já chegou a brigar com os vizinhos para evitar que o terreno ao lado de casa se transforme em um lixão.

O local era uma casa, que foi demolida e que hoje é um terreno baldio. “Até a vizinha da frente não conversa comigo porque na última vez ela foi jogar lixo, pedi para que não jogasse e ela se ofendeu”, desabafou.

A aposentada, que tem dificuldades para andar por conta da artrose e artrite, disse que a casa vive cheia dos pernilongos e de caramujos. A solução que ela chegou adotar é queimar o lixo e avisar o proprietário do terreno, que se resumiu a pedir para que ela avisasse aos moradores que é proibido despejar restos ali.

Já no Centro, terreno fechado impede retirada de mato. (Foto: Luciano Muta)Já no Centro, terreno fechado impede retirada de mato. (Foto: Luciano Muta)

“Se nós temos gente que fica até um ano sem limpar o quintal, vamos ter criadouros do mosquito”, comentou o secretário-adjunto de Saúde do Estado, Eugênio de Barros, em entrevista ao Campo Grande News.

Não é só na periferia da cidade da cidade que os caos de terrenos com focos do mosquito transmissor da dengue se espalham.

No Centro, os moradores de uma condomínio na rua Barão do Rio Branco sofrem com a presença dos pernilongos, ratos e outros animais indesejáveis. Eles saem de um terreno que é todo fechado para o acesso dos agentes de saúde, que se transformou em um criadouro para dengue.

Ratazanas, escorpiões e pernilongos são visitas comuns na de Bianca Ribeiro, 21 anos, que mora ao lado do terreno. Ela e a mãe moram há um ano no imóvel, ela conta que o cheiro de animais mortos também é muito forte. “Eu cheguei a adotar um gato para acabar com os gatos”, afirma.

Vizinha de Bianca, a aposentada Tânia Carvalho Álvares de Oliveira, 62 anos, toma todo cuidado em casa, mas se preocupa com o terreno. “Eu tenho muitas plantas e tenho todo cuidado”, comentou.

A reportagem conseguiu localizar o filho do proprietário do terreno, que não quis se identificar, que disse desconhecer a situação do imóvel. Ele prometeu resolver o problema do mato e da sujeira nos próximos dias.



A solução é simples se o proprietário do terreno não assume o papael de dono e não cuida do mesmo é só a prefeitura confiscar o terreno e beneficiá-lo a alguém que realmente precise do mesmo ou fazer um benfeitoria (praça, posto de saúde, posto polícial, bombeiro, samu,etc...) para população. Se o mesmo precisasse do terreno estaria cuidando do mesmo!
 
Alexandre de Souza em 09/01/2013 12:59:25
Sr. Prefeito,com certeza na prefeitura existe os nomes de todos os donos de terrenos abandonados,então o sr. manda limpar e a nota do serviço pro dono do terreno ,so assim eles vão sentir na pele a dor da dengue.
 
solange obara em 09/01/2013 08:57:26
A culpa é da população?
Muito bem sr. Secretário, então passe pela rua 49 na Nova Campo Grande que você vai ver de quem é a culpa, isso se você conseguir passar pela rua tomada pelo mato.
 
Washington Andrade em 09/01/2013 07:53:25
Enquanto não houver conscientização da população e educação, a situação continuará critica e pode até piorar.
O que se vê é lixo jogado nos quintais e é a população quem deve cuidar e até evitar esses deslizes. Um copinho à beira de qualquer rua, estrada, é ponto certo para criadouro de larvas de mosquitos. Alguem que passa pelas ruas é capaz de apanhar um copo largado ali? E se houver essa obrigatoriedade, com certeza teremos menos casos de dengue na cidade.
Não é vergonha nenhuma ajudar pois é para seu próprio bem. Pensem nisso!!
 
Jéssica Santos em 09/01/2013 07:52:32
ISTO É UM CASO SERIO , POIS SE TRATA DE CULTURA, EDUCAÇÃO, DE BERÇO MESMO.
 
ELY MONTEIRO em 08/01/2013 22:14:41
Parabéns ao campograndenews, eu citei em outra reportagem para que fossem mostrados os locais procriadores de dengue e aí está!!!! por favor mostrem o máximo que puderem para que os campograndenses e as autoridades tomem as atitudes necessárias e assim vencermos esta praga !!!
 
Ronaldo Figueiredo em 08/01/2013 20:29:25
Eu sou uma dessas com medo da dengue, peguei essa "bendita" na epidemia de 2006 e não desejo nem para o meu pior inimigo a sensação horrível no corpo e to com medo por essa também. Moro no bairro Manoel Taveira e o quintal do meu vizinho é um verdadeiro lixo. Mato grande, cheio de lixo, água parada. A agente de saúde sempre passa pela rua conversa com o vizinho e sempre a mesma sujeira. Na minha opinião é uma falta de respeito por todos da comunidade.
 
Karen Godooy em 08/01/2013 20:27:18
"... vizinho se descuida e o medo aumenta."Não é descuido, é RELAXAMENTO MESMO. Sou morador do Bairro Monte Castelo, e por aqui, infelizmente a situação é parecida. Em outubro passado a prefeitura fez uma faxina geral no bairro, mas poucos dias depois já era possível perceber muito entulho e lixo em muitas calçadas e terrenos desocupados. É certo que a prefeitura tem sim sua parcela de culpa, mas a "vegetação alta", por si só não é a causa da proliferação de mosquitos e outras pragas. O que contribui, e muito, é lixo e entulhos que os próprios moradores jogam na via pública. Portanto, de certo modo, o problema maior não é a omissão do poder público, mas o relaxamento dos próprios moradores.
 
Fernando Silva em 08/01/2013 20:18:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions