A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

25/05/2011 13:59

Rapaz cai com Gol em rio, sai ileso e se esconde em residência

Nadyenka Castro e Viviane Oliveira

Ele estava visivelmente embriagado

Gol caído dentro do rio Anhanduizinho. (Foto: Simão Nogueira)Gol caído dentro do rio Anhanduizinho. (Foto: Simão Nogueira)

Visivelmente embriagado, Roni Henrique de Oliveira, 23 anos, caiu com o Gol que dirigia no rio Anhanduizinho, em Campo Grande, saiu ileso e depois se escondeu em uma residência.

Ele trafegava com o veículo pela faixa da direita, sentido centro/bairro, da avenida Ernesto Geisel e nas proximidades do Guanandizão perdeu o controle da direção e caiu de frente no rio.

Após a queda, Roni conseguiu sair do interior do automóvel e do rio. Ele “correu” e se escondeu em uma casa localizada em frente ao local do acidente. Quando a proprietária chegou ele estava deitado em uma das camas.

Assustada, ela chamou a Polícia Militar. Roni justificou sua presença no imóvel dizendo que pensou que ali fosse a casa de uma tia.

O rapaz declarou que mora no bairro Guanandi e voltava da casa de amigos. Ele saiu ileso e de acordo com a PM (Polícia Militar) teve sorte, pois poderia ter morrido afogado. Há suspeitas que ele estava em alta velocidade.

Segundo a PM, Roni está com a Carteira Nacional de Habilitação vencida, assim como o documento do veículo, o qual não é renovado desde 2007.

Roni será submetido ao exame de alcoolemia. Sobre a situação, ele declarou. “Di boa. Amanhã estou com o carro de volta”.

O jovem estava com a fala mole, um pouco desorientado e chegava a ser cômico em seus comentários sobre o acidente.

(Foto: Simão Nogueira)(Foto: Simão Nogueira)


Infelizmente, esse irresponsável tem toda razão ao dizer que estará com seu carro de volta. As punições, quando existem, são muito brandas para os crimes e abusos cometidos no trânsito; sou PM, trabalho na área do trânsito e já fui "ouvida" em audiência onde o acusado se envolvou em acidente vitimando terceiro, não era habilitado e estava embriado e o promotor, simplesmente, pediu o arquivamento do processo pois o mesmo era réu primário....Eu pergunto a todos: de quem é a culpa? Da CIPTRAN e da AGETRAN que estão dioturnamente fazendo seu serviço, tentando tirar das ruas o maior número de infratores (e recendo críticas de quem, muitas vezes, nem imagina como é nosso trabalho)? Ou da Justiça que libera sem punições aqueles que nós encaminhamos a eles? Dirigir sem ter CNH virou hábito em nossa cidade e nós, fiscalizadores, não temos bola de cristal para saber quem são esses condutores então não nos resta outra alternativa que não seja a de "importunar" (como disse o Sr. Gustavo) as pessoas com nossas blitz na tentativa de tirar o maior número de irresponsáveis posível das ruas.
 
Gladis Caramalac em 26/05/2011 10:58:16
o Brasil, ja tem muitas leis o que precisa e ter educação e bom senso isso é de cada um idoso ou jovem, vamos ter educação no transito gente se não os proximo poderá ser qualquer um de nos.
 
jane fernandes souza em 26/05/2011 08:47:48
Casos de acidentes como o de Roni Henrique de Oliveira, que dirigia embriagado é muito comum, não só em Campo Grande mas também em todo o Brasil. Na minha opinião, se as pessoas, principalmente jovens, tivessem um pouco mais de maturidade e consciência, saberiam que dirigir embriagado é desrespeitar as leis de trânsito e a si mesmo.
Apesar disso os brasileiros sabem que as leis em nosso país quase nunca são cumpridas e parece que a maioria das pessoas fazem de propósito: bebem, saem dirigindo e se acidentam; em alguns casos são os inocentes que pagam com a própria vida e os culpados quase nunca são punidos como merecem. Isso talvez não aconteceria se o governo tomassem medidas mais drásticas em questão às leis de trânsito e também se as pessoas tomassem mais cuidado.
 
Marianne Visentin *-* CAJE em 25/05/2011 05:55:41
Marmajo folgado, irresponsável....Como assim, na casa de amigos?! Logo se vê, que trata-se de uma lástima, pois é inadmissível, um homem barbado, ficar de papinho com amigos no decorrer da semana, durante o dia, como se não bastasse, embriagado...e pior, colocando a vida de inúmeras pessoas em risco.....Vai procurar o que fazer desocupado.....Pois, muitos homens na sua idade....estão a procura de emprego, estudando, trabalhando, correndo atrás de algo que vá acrescentar valores em suas vidas e de seus familiares.....Pré- assassino....Meu DEUS nos abençõe e nos proteja de pessoas irresponsáveis como esse talzinho
 
Patricia Maria em 25/05/2011 05:37:58
Como podemos ver Roni estava embreagado ao dirigir o carro, e felizmente ele caiu dentro do rio, pois no estado que ele estava ele poderia muito bem atropelar uma pessoa, nossa amiga neyde de oliveira disse muito bem ao falar a seguinte frase, ''Antes cair no córrego,que ferir alguém por sua negligência''.
No meu ponto de vista esse jovem esta muito tranquilo ao dizer, “Di boa. Amanhã estou com o carro de volta”, ele sabe que não vai receber uma boa pena por isto, por isso que está tão tranquilo, talvez se a lei fosse mais severa quanto a isso, este caso não iria ter acontecido. Acho eu que esse jovem tinha que recever uma boa punição, por que ele poderia muito bem não ter parado com o carro dentro do rei, mais sim ter batido em algum outro carro, ou em alguma pessoa, provocando uma morte.
 
Lucas Daniel - Caje em 25/05/2011 05:32:29
E o cidadão trabalhador e de bem sendo importunado com as blitzes, onde elas estavam nestas horas?
Dou um pirulito se amanha este indivíduo não estará novamente com seu veículo e embriagado, campograndensses cuidado,este aí pode ser o autor de mais uma estrelinha.
 
Gustavo Cesar C. Gonçalves em 25/05/2011 04:58:10
Para fugir da polícia ele consegue,né?
Antes cair no córrego,que ferir alguém por sua negligência.Bem feito...
 
neyde de oliveira em 25/05/2011 04:30:00
Se fosse em outro país esse vagabundo iria cumprir uma longa pena, mas ele sabe que está no Brasil, a terra da impunidade.
 
Luciano Bandeira em 25/05/2011 04:01:45
O jovem do acidente aí tem conhecimento das leis: “Di boa. Amanhã estou com o carro de volta”.
Ele sabe que as leis são brandas e com um pouco de conhecimento com algum ocupante de cargo público poderá reaver seu veículo, mesmo o cidadão estar em estado deplorável, mal conseguindo falar!
 
Wellington Sampaio em 25/05/2011 03:01:49
Como diz o ditado "Deus protege os bebados e as crianças". Esse tem que agradecer muito a Deus, nem o carro teve muitas avarias....
 
leandro c. gutterres em 25/05/2011 02:44:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions