A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/05/2013 13:13

Redução de estacionamento causa preocupação na Júlio de Castilhos

Mariana Lopes
Calçadas quebradas em frente aos comércios da Júlio de Castilho (Foto: Marcos Ermínio)Calçadas quebradas em frente aos comércios da Júlio de Castilho (Foto: Marcos Ermínio)
Givaldo mostra a altura do meio-fio em frente à loja dele (Foto: Marcos Ermínio)Givaldo mostra a altura do meio-fio em frente à loja dele (Foto: Marcos Ermínio)

Há mais de um ano convivendo com as obras de revitalização da avenida Júlio de Castilho, em Campo Grande, comerciantes da região reclamam que, além de as máquinas estarem sempre paradas, a falta de estacionamento na via prejudica o fluxo de clientes nos estabelecimentos.

Ao longo da Júlio de Castilho, alguns trechos estão com as calçadas quebradas há aproximadamente 13 dias, segundo os comerciantes. Por ordem da Prefeitura, apenas 60% do meio-fio poderá ser rebaixado em frente da cada loja, o que dificulta o acesso de veículos na hora de estacionar para ir aos comércios da região.

Proprietário de uma oficina, Givaldo Gonçalves de Souza, 53 anos, afirma que já sente o prejuízo. “De quatro vagas para estacionar que tenho na calçada da minha loja, perdi três, e o fluxo de veículos aqui é muito grande”, pontua o comerciante.

Por enquanto, o problema é apenas de transtornos com as obras paradas e a dificuldade em estacionar em cima das calçadas. Porém, Givaldo ainda tem outra preocupação.

“Foi repassado para nós que em até um ano será proibido estacionar veículos em qualquer trecho da avenida Júlio de Castilho. E daí, como os clientes vão fazer para estacionar, se na calçada também não vai poder? Eu pago meus impostos certinho, mas preciso trabalhar para ter dinheiro”, reclama Givaldo.

Outra comerciante da região é a podóloga Maria Idinha Romero, 37 anos. Proprietária de um salão de beleza, ela tem uma cliente cadeirante que acabou prejudicada também pela falta de acessibilidade. “Não tem nem como ela chegar até a entrada do salão com tudo quebrado desse jeito”, reclama a comerciante.

Os proprietários dos estabelecimentos afirmam que entendem que as obras são necessárias para se ter progresso, mas ressaltam que a reclamação é em relação à demora e o prejuízo que podem ter com a retirada dos estacionamentos.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Transporte e Habitação de Campo Grande, a obra tem previsão de ficar pronta em agosto deste ano. Até o fechamento desta matéria, a assessoria de imprensa da Prefeitura não deu resposta sobre a situação dos estacionamentos ao longo da avenida.



A demora nas obras é absurda. Em uma via comercial, como essa avenida, precisam priorizar. Não é região nobre, mas é uma das principais vias de acesso para muitos bairros. Ps.: dizer que a Zahran funciona que é uma beleza é forçar, vai... Aposto que nunca trafegou por lá em horário de pico, nunca ficou atrás de ônibus, naquele anda-para e saindo de um semáforo aberto e pegando outro fechado em seguida....
 
Sônia Vilela em 22/05/2013 09:23:34
As maioria das calçadas da Av. Júlio de Castilho já possuem recuo, e o projeto original (há muitos anos) foi feito assim justamente para os carros estacionarem sobre a calçada, sem atrapalhar o tráfego de veículos na avenida e deixando espaço suficiente para o trânsito de pedestres também. Proibir estacionamento ao longo da avenida com certeza vai melhorar bastante, mas não consigo ver lógica em não permitir o rebaixamento do meio-fio, tendo espaço na calçada para esse fim.
 
Sônia Vilela em 22/05/2013 09:13:54
Para! A julio de castilho nem com àgua benta fica boa o Bernal está mudando tudo que não estava bom pra ficar pior ainda, não consigo entender um quer aparecer mais que o outro e pior usando o dinheiro do contribuinte,o povo aceita tudo. E tem gente que ainda fala em democracia """"" No Brasil a democracia é para usar o dinheiro publico indevidamente"""" Fica sem pagar seus impostos pra ver o que aconteçe.
 
sirlei defendi em 22/05/2013 08:28:32
Resposta fácil. Atendimento ao cliente. Quando o serviço é bom o cliente vai atrás. Caso contrário, na Zahran (como bem dito) todo mundo já tinha falido. Se não tem cliente é porque o serviço é ruim. Fato!
 
Filipe Alberto em 22/05/2013 06:09:37
e como fica o trecho entre terminal e começo da av. capibaribe? retiraram dali um semaforo colocando um canteiro no meio da av. onde o fluxo de veículos é muito grande, temos uma escola próximo e atravessar a avenida em horario de pico é um caos sem contar que muitas crianças vão sozinhas para a escola arriscando suas vidas pq muitos motoristas não estão nem ai se a criança quer atravessar ou não.srº secretario reveja esse trecho em nome dos nossos alunos que precisam atravessar a av. para ir até a escola.
fica a dica.
 
solange marks em 21/05/2013 20:14:46
QUEM E CONTRA, O ESTACIONAMENTO NA JULIO DE CASTILHO , E PORQUE NAO PRECISA DE CERTO GANHAR DINHEIRO PARA SOBREVIVER, POIS A VIDA DO COMERCIANTE JA E UMA GUERRA A CONCORRENCIA E GRANDE VIVE LUTANDO PAGANDO ALTAS TAXAS E IMPOSTOS A VIDA DO COMERCIANTE E FEITA NO DIA A DIA NAO TEM DINHEIRO FACIL NAO, ENTAO COMO VAO TIRAR O ACESSO DO SEU MAIOR TESOURO, QUE E O CLIENTE, FAÇAM OBRAS SIM MAS VALORIZEM O ESPAÇO DO COMERCIO POIS E O COMERCIO QUE MOVIMENTA A ECONOMIA DE UMA CIDADE. ESTACIONAMENTO PARA CLIENTES SEMPRE.
 
LUIZ MANGERI em 21/05/2013 19:10:38
já passou da hora, de proibir carros parados na julio e difícil passar nessa via, se tem um ônibus nela vc e obrigado a ficar, esperando a hora certa pra passar ta horrível usar ela...tem que ser urgente proibir parar carros na rua.
 
luiz carlos em 21/05/2013 19:01:32
“Foi repassado para nós que em até um ano será proibido estacionar veículos em qualquer trecho da avenida Júlio de Castilho. E daí, como os clientes vão fazer para estacionar, se na calçada também não vai poder? Eu pago meus impostos certinho, mas preciso trabalhar para ter dinheiro”, reclama Givaldo.

Bem nesse caso Givaldo o cliente estaciona nas ruas próximas e anda um pouco para chegar ao seu comércio simples. O problema das pessoas é querer tudo facil, a Julio de Castilhos esta ficando bonita e necessita retirar os estacionamentos na via para ter um fluxo de carros tranquilo sem causar congestinamentos.
 
Diego Souza em 21/05/2013 15:24:43
Esse povo precisa parar de reclamar. Na Av. Zahran foi feita a mesma reforma e a coisa funciona que é uma beleza.
 
ricardo rodrigues em 21/05/2013 14:55:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions