A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Novembro de 2019

20/10/2019 15:57

Região mais afetada pela chuva foi Silvia Regina, diz secretário de obras

Segundo Rud Fiorese, equipes da secretaria estão nas ruas fazendo a limpeza e amanhã começam rep estruturais

Viviane Oliveira e Liniker Ribeiro
O trecho foi sinalizado por equipes da prefeitura, que devem começar os trabalhos de recuperação amanhã  (Foto: Marcos Maluf) O trecho foi sinalizado por equipes da prefeitura, que devem começar os trabalhos de recuperação amanhã (Foto: Marcos Maluf)

Após percorrer na manhã deste domingo (20) alguns pontos afetados pelo temporal de ontem (19), o titular da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rud Fiorese, disse que a região mais castigada pela chuva foi a do Bairro Sílvia Regina, no Oeste de Campo Grande. Por lá, parte da calçada desmoronou e caiu dentro de uma cratera que se formou às margens da Avenida João Júlio Dittmar, próximo ao Córrego Serradinho. 

Um poste de iluminação pública e até o gramado foram engolidos pelo buraco. Segundo Rud Fiorese, equipes da Secretaria estão nas ruas retirando galhos de árvores e fazendo a limpeza de pedregulhos levados pela enxurrada.

As avenidas Gunter Hans e Guaicurus, por exemplo, ficaram sujas de barro. "Já a obra de recuperação da parte que foi danificada no Silvia Regina deve começar amanhã mesmo, se o tempo permanecer firme", explicou o secretário. O trecho foi sinalizado para não causar acidentes.

Moradores enviaram imagem ontem, no momento da chuva. (Foto: Direto das Ruas) Moradores enviaram imagem ontem, no momento da chuva. (Foto: Direto das Ruas)

O comerciante Erenaldo Faria, 37 anos, tem uma conveniência em frente ao ponto que desmoronou. Ele contou que a chuva durou 40 minutos na região, acompanhada de ventos fortes e raios."O trecho não despencou de uma vez só, foi caindo aos poucos. Quando começou a desmoronar, alguns pedestres ainda se arriscaram passando pela calçada. Fiquei assustado e passei a alertá-los do perigo".

Morador do entorno, o operador de máquinas Dean Gomes, 45 anos, contou que a calçada é muita usada por crianças que vão à escola localizada na região. A preocupação dele é que a erosão está chegando na ciclovia. "Acho que deveria interditar de fora a fora para fazer um bom trabalho de recuperação do asfalto, que está trincado". 

Segundo o meteorologia da Uniderp, Natálio Abraão, foram 26 mm (milímetros) de chuva em pouco mais de uma hora. A temperatura caiu 11 graus e foram registrados 173 raios.

Veja vídeo feito por morador da região:

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions