A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

20/03/2015 13:32

Repasse de R$ 10,5 milhões deve reforçar projetos sociais nos bairros

Kleber Clajus
Olarte e a secretária de assistência, Janete Bellini, ressaltaram que reforço nas ações contribui para o desenvolvimento do município (Foto: Marcos Ermínio)Olarte e a secretária de assistência, Janete Bellini, ressaltaram que reforço nas ações contribui para o desenvolvimento do município (Foto: Marcos Ermínio)
Com entidade contemplada, Silvano de Sena lembrou que o trabalho oculto faz a diferença ao complementar ações do poder público (Foto: Marcos Ermínio)Com entidade contemplada, Silvano de Sena lembrou que o trabalho "oculto" faz a diferença ao complementar ações do poder público (Foto: Marcos Ermínio)

A Prefeitura de Campo Grande formalizou em solenidade na Câmara Municipal, nesta sexta-feira (20), repasse de R$ 10,5 milhões a entidades do terceiro setor que desenvolvem ações de assistência social. O atendimento nos bairros, em relação ao ano passado, será ampliado em 18,4%.

Janete Belini, titular da SAS (Secretaria de Assistência Social), pontuou que o processo teve atraso por conta de questões burocráticas nas entidades e eleições do conselho municipal do setor, sendo integralizado com recurso proveniente de fundo federal, estadual e municipal de assistência, assim como deduções do imposto de renda de pessoas físicas e jurídicas.

Em balanço, a secretária de assistência social apresentou aumento no número de pessoas atendidas de 3.976 para 4.709, em relação ao ano passado. O repasse dos fundos também teve acréscimo de R$ 1,618 milhão, mediante reprogramação financeira realizada pelo município.

Dentre as 58 entidades beneficiadas está a Associação das Crianças do Brasil em Campo Grande, administrada pelo pastor Silvano de Sena. Ele considerou o trabalho desenvolvido como “administração oculta”, uma vez que as atividades complementam ações onde a prefeitura ainda não chega. Em seu caso, são atendidas 35 crianças vítimas de abuso e exploração sexual que terão continuidade do trabalho mediante repasse de R$ 45 mil por mês.

Já o Recanto da Criança, entidade presidida por Rute Cunha Nogueira no bairro Campo Belo, receberá R$ 46,2 mil por ano para atender 70 crianças com aulas de balé, artesanato, dança e informática. “Esse apoio faz a diferença para nós que vivemos de doações”.

O prefeito Gilmar Olarte (PP) ressaltou estar “cumprindo o mínimo e podemos fazer mais”. Ele complementou que “este será um ano de dificuldade, mas vamos avançar no sentido da multiplicação com criatividade”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions