A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/02/2014 10:21

Residencial terá apartamentos adaptados para deficientes; governador visita obra

Luciana Brazil e Leonardo Rocha
Governador visita residencial acompanhado de Marun e Nelson Trad. (Foto: Marcos Ermínio)Governador visita residencial acompanhado de Marun e Nelson Trad. (Foto: Marcos Ermínio)

O Residencial Buzaneli, no Jardim Centro-Oeste, em Campo Grande, que está em fase de construção, também recebeu a visita do governador André Pucinelli (PMDB), na manhã de hoje (21). Dos 768 apartamentos, que deverão ser entregues no dia 30 de junho deste ano, 24 são adaptados para deficientes físicos. O investimento no residencial foi de R$ 40,7 milhões.

Cada apartamento tem 40,7 metros quadrados. O residencial terá um centro de convivência para o idoso e playground.

“Este é mais um empreendimento que tem a qualidade dos apartamentos entregues pelo governo Estadual, e mais uma parceria com o governo Federal através do programa Minha Casa, Minha Vida”, ressaltou o secretário Estadual de Habitação, Carlos Marun.

Para Pucinelli, os residenciais devem ser construídos distantes uns dos outros para não “afogar” escolas, creches e postos de saúde de apenas uma região.

“Não adianta criar residenciais pertos uns dos outros porque vai gerar uma demanda para escolas e postos de saúde que o bairro não irá comportar", afirmou. Ele ainda relembrou da época em que foi prefeito e já havia essa preocupação.

"Desde a época em que fui prefeito em Campo Grande, a Planurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano e de Meio Ambiente) tinha este planejamento, de sempre conceder habitações para regiões diferentes, preenchendo os espaços vazios da cidade. Todos esses locais que estamos passando, entre eles este residencial, tem como planejamento descentralizar os residenciais da Capital para que possa atender todas as regiões”, disse o governador.

Ele aproveitou para cutucar a administração municipal dizendo: “Agora descobri porque que a prefeitura municipal não está fazendo parceria conosco. Anta não anda no asfalto, só na quiçaça”.

O nome do residencial é uma homenagem ao diretor de uma empresa de habitação, assassinado em uma obra em Dourados.



Que saudade do Pucinelli na administração municipal.
Campo Grande deve muito ao André Pucinelli.
Pucinelli praticamente deu nova vida à nossa Capital.
Na sua sequência veio o Nelsinho Trad, que também foi um grande prefeito.
Hoje nossa Capital está abandonada, na administração desastrada do Bernal.

 
VALDIR VILLA NOVA em 21/02/2014 13:18:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions