A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/06/2015 12:19

Rua esburacada gera transtorno e prejuízo aos moradores de bairro

Michel Faustino
Moradores reclamam de dezenas de buracos na via. (Foto: Marcos Ermínio)Moradores reclamam de dezenas de buracos na via. (Foto: Marcos Ermínio)
Motociclistas precisam manobrar para não cair em buracos. (Foto: Marcos Ermínio)Motociclistas precisam manobrar para não cair em buracos. (Foto: Marcos Ermínio)
Mecânico diz que teve prejuízo de mais de R$ 200 em menos de um mês. (Foto: Marcos Ermínio)Mecânico diz que teve prejuízo de mais de R$ 200 em menos de um mês. (Foto: Marcos Ermínio)

Os moradores da Rua Castelo Branco no Bairro Coronel Antonino, em Campo Grande, enfrentam dificuldade para transitar devido a quantidade de buracos existentes na via. Acidentes já aconteceram e diariamente centenas de veículos são danificados, por conta das más condições do asfalto.

“Aqui está horrível. É uma panela atrás da outra. Quando chove a situação fica pior ainda, porque parece que os buracos brotam. Além disso, se você bater em um buraco deste com seu carro é prejuízo na certa, e não tem como desviar porque a rua é de mão dupla e agente corre o risco de bater”, relata a enfermeira Cássia Aparecida Almeida, 35 anos, que mora na rua há cinco anos.

O mecânico Eduardo Brant, 26 anos, diz que somente no último mês teve um prejuízo de mais R$200 com sua moto, por conta das más condições do asfalto.

“É lamentável. Minha moto está toda frouxa por conta deste asfalto. Nesta semana mesmo eu tive que trocar o painel dela que já estava trincado porque a moto pula muito neste asfalto. Fora suspensão, pneu e outras peças que acabam estragando”, disse.

O funcionário público Manoel Silveira, 36, diz que frequentemente precisa fazer a manutenção de seus veículos. “Já estou tendo prejuízo, é com suspensão, com assoalho, entre outras peças. Sem falar que eu tenho que lavar o carro e a moto direto”, comentou.

Ele reclama também da “omissão” do Poder Público. “A gente tá praticamente abandonado aqui. Nem me lembro a última vez que fizeram manutenção aqui. Enquanto isso todos os impostos sobem e a gente fica nessa”, lamentou.

O Campo Grande News tentou entrar em contato por telefone com a prefeitura, no entanto, até o fechamento desta matéria não obteve retorno.



Qual a novidade? A cidade inteira está assim. E não só na periferia ou nos bairros da classe média. Inclusive bairros com os mais caros m2 da cidade (ou seja: maior arrecadação com IPTU por metro de rua), como Carandá e Chácara Cachoeira, difícil vc encontra uma rua sem buracos fundos e um montão de buracos tapados de forma irregular. Andar 500 m na cidade sem encontrar um buraco é impossível. E isso, nem preciso lembrar, numa cidade onde os vereadores ganham mais do que em muitos países ricos...
 
Marc em 06/06/2015 14:37:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions