ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEXTA  26    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Sangue e dor em órgão genital de menina de 2 anos levam mãe a procurar a polícia

Criança foi encaminhada para exame de sexologia forense e caso de estupro segue em investigação

Por Ana Oshiro e Bruna Marques | 25/10/2021 10:01
Caso de abuso é investigado pela Depca e vítima passa por exame forense (Foto: Arquivo/Paulo Francis)
Caso de abuso é investigado pela Depca e vítima passa por exame forense (Foto: Arquivo/Paulo Francis)

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul investiga se uma menina de 2 anos foi abusada sexualmente em Campo Grande. O registro de estupro de vulnerável foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) por uma mulher de 29 anos, mãe da criança.

De acordo com o registro, a mulher viu a calcinha da filha com sangue, e, durante o banho, na hora de lavar as partes íntimas da criança, a menina reclamou de dores. Desconfiada sobre o sangue, a mulher pegou uma camiseta branca e passou levemente no corpo da criança, constatando que ela estava mesmo sangrando.

Assustada, a mulher levou a filha até a UPA Leblon, na unidade de saúde ela foi orientada a procurar a delegacia e registrar o boletim de ocorrência. Em depoimento, a mulher contou que mora sozinha com a filha, no bairro Portal Caiobá, e que, "se algo aconteceu, foi na babá".

A investigação tramita na Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) e, segundo a delegada titular, Fernanda Félix, a criança passa por exames. "A vítima foi encaminhada para um exame de sexologia forense, sendo possível analisar, pela conclusão do laudo pericial, se houve crime de violência sexual", informou Fernanda.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário