A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

01/08/2015 15:47

Santa Casa pressiona e Semadur manda ambulante deixar rua em 48h

Michel Faustino e Renata Volpe Haddad
Ambulantes que estão há mais de dez anos no local terão que sair. Ambulantes que estão há mais de dez anos no local terão que sair.
Na tarde de hoje, a calçada da 13 de Maio estava vazia. (Foto: Vanessa Tamires)Na tarde de hoje, a calçada da 13 de Maio estava vazia. (Foto: Vanessa Tamires)

Vendedores ambulantes que há décadas trabalham no entorno da Santa Casa foram notificados na última semana por fiscais da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e terão que deixar o local até segunda-feira (3), sob pena de multa e apreensão das mercadorias.

Segundo o titular da Semadur, Valdir Gomes, os ambulantes estão sendo retirados a pedido da própria Santa Casa, que nós próximos dias deve iniciar obras de revitalização das calçadas do entorno do hospital.

De acordo com Valdir, além disso, nos últimos anos, houve um aumento significativo no número de ambulantes que se instalaram na região de forma desordenada, o que tem gerado reclamações, inclusive de pedestres.

Conforme o secretário, existe, inclusive, recomendação do MPE (Ministério Público Estadual) para que os ambulantes deixem o local.

“A gente sabe que muita gente depende daquilo pra sobreviver e inclusive trabalham com alvará e tudo mais, no entanto, muita gente se aproveitou e foi pra lá e se instalou de qualquer jeito. A gente tem denúncia de que alguns ambulantes usavam até a grade do hospital como varal. Infelizmente, do jeito que está ali não dava pra continuar. Virou uma feira, e não é este o propósito”, comentou.

Segundo Valdir, os ambulantes foram convocados para uma reunião que deve acontecer na segunda-feira, para definir como ficará a situação deles. Apesar da iniciativa, o secretário é pessimista.

“Infelizmente a gente não tem muito o que fazer, porque lá eles não podem permanecer e também não tem onde colocar todo aquele pessoal. Agora, estamos abertos para encontrar um caminho”, ponderou.

O Campo Grande News esteve no local na tarde de hoje (01) e não havia nenhum movimento de ambulantes nas calçadas das ruas Rui Barbosa, 13 de maio, Eduardo Santos Pereira e na Avenida Mato Grosso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions