ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SÁBADO  05    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Santa Casa recebe respiradores, mas precisa de equipe para ativar CTI

Por Aline dos Santos e Paula Vitorino | 06/06/2011 12:43
Com respiradores, CTI precisa de equipes. (Foto: João Garrigó)
Com respiradores, CTI precisa de equipes. (Foto: João Garrigó)

A Santa Casa de Campo Grande já recebeu os seis respiradores, emprestados por 40 dias pelo hospital de Nova Andradina. Mas agora, precisa de equipe para ativar mais leitos no CTI (Centro de Terapia Intensiva).

A falta de respiradores mecânicos foi denunciada ao MPT (Ministério Público do Trabalho) pelo Siems (Sindicato de Enfermagem). No Pronto Socorro, os enfermeiros passavam horas fazendo respiração manual, por meio do ambú, nos pacientes em estado grave.

O ambú deve ser utilizado somente em situação de emergência, por poucos minutos, enquanto o respirador mecânico é preparado. Após a denúncia, o MPT convocou reunião com representantes das secretarias estaduais e municipais de saúde e o Estado se comprometeu a emprestar os respiradores.

Na semana passada, o hospital adotou medidas de caráter emergencial para a contratação de pessoal e aquisição de equipamentos para estruturação das Unidades de Terapia Intensiva de Cirurgia Geral (UTIs 1 e 3), Unidade de Terapia Intensiva Cardíaca (UTI 6) e Unidade Coronariana (UCO).

A Santa Casa de Campo Grande abre, na próxima terça-feira, 7 de junho, inscrições ao processo seletivo para contratação de enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário