A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

19/01/2015 12:00

Se manobra for comprovada, motociclista pode ser preso por homicídio doloso

Filipe Prado

O piloto da motocicleta Twister, Thiago Ângelo de Lima, 22 anos, que, ao empinar, perdeu o controle da direção, bateu em uma árvore, derrubou a namorada, que estava na garupa, no Córrego Anhanduí, pode ser autuado por homicídio doloso. Vitória Nunes Frete, de 17 anos, morreu horas depois na Santa Casa. O caso será investigado pela 1ª Delegacia de Polícia.

De acordo com a polícia, o rapaz possui um histórico de crimes de trânsito, por realizar manobras perigosas. Se isso for comprovado, ele poderá responder por homicídio doloso.

Thiago, em seu perfil no Facebook, postou várias fotos empinando a mesma motocicleta envolvida no acidente. Muitas das fotos ele não usava capacete. O piloto foi encaminhado para a Santa Casa e passa por avaliação no pronto socorro.

O acidente aconteceu no cruzamento das avenidas Afonso Pena com a Ernesto Geisel, mas a adolescente foi arrastada pela correnteza do córrego até a Rua Tonico de Carvalho, onde foi resgatada.

De acordo com os bombeiros, ela teve traumatismo craniano, lesão na face, além de quebrar os dentes e apresentar sinais de afogamento, já que caiu de bruços na água. O Corpo de Bombeiros chegou ao local três minutos após o salvamento e levou a menina, desmaiada e em estado grave, para a Santa Casa, mas Victória não resistiu aos ferimentos e morreu.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions