A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

23/01/2016 20:47

Secretaria diz que Hiroshima passa por obra de restauração de pavimento

Alan Diógenes
Remendo começou a afundar após ser colocado (Foto: Direto das Ruas)Remendo começou a afundar após ser colocado (Foto: Direto das Ruas)

A secretaria de obras da prefeitura de Campo Grande esclareceu  que as obras na avenida Hiroshima ainda estão em execução, com equipes da empreiteira responsável trabalhando inclusive neste sábado. Devido à má qualidade do asfalto da avenida, a via está passando por uma obra de restauração de pavimento, com identificação de um a um dos problemas e recapeamento.

Sobre a imagem divulgada pelo Campo Grande News de um remendo recém-colocado, que cedeu, a secretaria informou que o remendo está cedendo, esclarece que não é possível identificar pela imagem o que causou tal afundamento. Aparentemente trata-se de um afundamento manual realizado antes do remendo ter sido curado, porém a situação será investigada.

Um especialista ouvido pela reportagem analisou as fotos e constatou que a base do remendo não foi realizada corretamente.

Antes de colocar a massa asfáltica, segundo ele, é preciso preencher a fenda com algum produto, que pode ser, por exemplo, a chamada bica corrida (mistura de brita com pó de pedra).

Em seguida, é preciso fazer a compactação do local. O problema, conforme o especialista, é que o tamanho e extensão das crateras em Campo Grande exigem o uso de compactadores manuais, que não estabilizam completamente o solo, isso quando os trabalhadores, na tentativa de executar o serviço mais rápido, pulam essa etapa.

Em grandes trechos a serem consertados, a engenharia prevê o uso de um rolo compressor para assentar corretamente a base.

No caso da Avenida Hiroshima,segundo ele, é possível que a cratera fosse funda, de forma que a base, uma vez não estabilizada, acabou virando uma depressão, levando junto consigo a massa asfáltica usada como remendo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions