A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/10/2014 16:01

Secretário diz que insulina será entregue para menina de 9 anos

Aliny Mary Dias
Família espera há três meses por medicamento (Foto: Marcelo Victor)Família espera há três meses por medicamento (Foto: Marcelo Victor)

Depois da repercussão da reportagem sobre o drama vivido pela família de Anny Caroline de Sales Madureira da Costa, de 9 anos e que trata o diabete desde os 4, o secretário de Saúde de Campo Grande, Jamal Salém, afirma que o problema será resolvido ainda neste sábado (4).

“Eu já entrei em contato com uma farmácia particular e ainda hoje esse remédio será entregue para a família. O que nós tivemos foi um problema burocrático no pregão e com o fornecedor”, justifica Jamal.

Anny foi diagnosticada com diabetes aos 4 anos e precisa tomar dois tipos de insulina diariamente para tratar a doença. O problema é tão grave que a menina já teve seis convulsões em razão da doença. Segundo a mãe de Anny, Janaina Pereira de Sales, 27 anos, o remédio é fundamental para o bem-estar da filha.

Desde 2010, Anny Caroline passou a ser assistida, seis meses pelo Estado e, os outros seis meses, pela Prefeitura de Campo Grande. São necessários sete refis por mês, que totalizam, no período de seis meses, investimento cerca de R$ 2,873 mil. A família entrou na Justiça e a decisão foi favorável obrigando a prefeitura a fornecer o medicamento, mas há três meses a insulina não chega até a pequena.

De acordo com o chefe da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), a prefeitura “nunca desrespeitou a Justiça, sempre respeitamos as decisões”. A explicação para a demora em disponibilizar o medicamento é em razão de o remédio não existir na rede padronizada do Ministério da Saúde, segundo o secretário.

“Nós orientamos a todas as famílias que tiverem problemas desse tipo a procurar o nosso gabinete, nossas portas estão abertas”, completa Jamal. De acordo com a assessoria de imprensa da Sesau, na próxima semana, a pedido do prefeito Gilmar Olarte (PP), um levantamento será feito para avaliar casos de pacientes que aguardam por medicamentes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions