A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Agosto de 2019

05/08/2019 10:20

Secretário vai visitar Curitiba e Salvador em busca de modelo para Hospital

Cuiabá já recebeu visita do secretário de saúde, que espera conclusão do projeto para o fim do ano

Izabela Sanchez e Ronie Cruz
Hospital Municipal de Cuiabá foi inaugurado no dia 28 de dezembro do ano passado (Foto: Prefeitura de Cuiabá/Divulgação)Hospital Municipal de Cuiabá foi inaugurado no dia 28 de dezembro do ano passado (Foto: Prefeitura de Cuiabá/Divulgação)

A Prefeitura espera terminar o projeto para a construção do Hospital Municipal de Campo Grande até o fim de 2019. É o que afirmou o secretário municipal de saúde, José Mauro Filho, que adiantou buscar modelos de sucesso em outras capitais brasileiras. Até agora, comentou, hospitais de Cuiabá, Salvador e Curitiba serão analisados.

Cuiabá já recebeu a visita do secretário e o próximo destino é Curitiba. “Estamos em busca de um modelo de sucesso. Tem Cuiabá. Iremos, provavelmente, até o final do mês em Salvador, onde também tem uma outra unidade hospitalar de referência no país. Estou indo depois de amanhã a Curitiba, vendo modelos que possa se enquadrar”, disse.

O secretário citou a ampliação da rede cirúrgica e a centralização de atendimentos especializados, como o pediátrico, entre os motivos da demanda pelo novo Hospital. “Estamos vendo modelos pelo país que se enquadra nesse perfil da cidade. A nossa necessidade junto à regulação, que é o setor que a gente encaminha para cirurgia, que a gente vai visualizar o que a gente precisa”, disse.

“Nós criamos uma comissão, foi criada agora pelo executivo, pelo prefeito, que vai tratar dos assuntos inerentes de um hospital de grande porte, de uma obra complexa, que envolve secretaria de meio ambiente, secretaria de finanças, secretaria de governo, o prefeito, a procuradoria do município, a secretaria municipal de saúde, porque essa obra tem assuntos inerentes a cada uma delas”, emendou.

A comissão com 10 integrantes foi criada no dia 30 de julho pela Prefeitura, composta de 1 presidente, 1 secretário e outros 8 integrantes de diversas secretarias e da Procuradoria-Geral do Município.

José Mauro afirma que a necessidade “é de uma obra rápida”. “Nossa intenção é terminar esse projeto até o final do ano, ver qual o melhor projeto, planilhar, e outro passo importante, o recurso, quem vai pagar a obra. Por isso que estamos indo a Brasília, tendo diálogo com nossos representantes”, comentou.

Diálogo em Brasília - No início do mês, prefeito e secretário estiveram em Brasília para uma primeira conversa com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM).

Segundo divulgou a administração municipal, via assessoria de imprensa, o projeto foi bem recebido pelo ministro, “que deu sinalização positiva para o município”. “Agora, a Prefeitura de Campo Grande inicia os levantamentos de viabilidade econômica e assistencial”, informou a nota do Executivo à época.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions