A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

23/12/2016 09:00

Sem 13º salário, funcionários da Santa Casa dão ultimato em prefeito

Manifestantes querem pressionar o prefeito para efetuar o repasse ainda hoje; Eles reclamam que vão passar natal sem dinheiro

Yarima Mecchi e Christiane Reis
Funcionários estão parados em saguão do hospital. (Foto: Fernando Antunes)Funcionários estão parados em saguão do hospital. (Foto: Fernando Antunes)

Sem receber o 13º salário os funcionários da Santa Casa de Campo Grande pretendem fazer protesto na sede do Executivo Municipal na manhã desta sexta-feira (23). Mais uma vez parados no saguão do hospital, os trabalhadores do administrativo e os auxiliares, técnicos de enfermagem e enfermeiros, querem pressionar o prefeito Alcides Bernal (PP) para efetuar o repasse da unidade.

O presidente do Intersaúde-MS (Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviço de Saúde de Mato Grosso do Sul), Osmar Gussi, disse que representa 950 funcionários administrativos da Santa Casa e apenas 30% está trabalhando.

"O dinheiro já foi repassado para a Prefeitura, mas não repassado para a Santa Casa. É fim de ano, estamos sem ceia, sem saber como será o fim do ano. Pedimos encarecidamente para o prefeito fazer o repasse", ressaltou.

O Lazaro Santana, presidente Siems (Sindicato dos Trabalhadores da Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul), disse que são 1,3 mil trabalhadores que estão exigindo o pagamento do 13º salário.

"Existe um prazo para pagar e esse prazo venceu. O Fundo Nacional de Saúde fez o repasse para a prefeitura no dia 21 e entendemos que prefeitura em 48 horas para pagar".

Sem o dinheiro para o natal eles pedem que a Prefeitura de Campo Grande se sensibilize e faça o repasse para a Santa Casa. Caso o salário não seja depositado até às 10h os trabalhadores vão seguir em passeata para o Paço Municipal.

Os manifestantes pretender seguir pela Rua Eduardo Santos Pereira, virar na Rua 13 de Maio e subir a Avenida Afonso Pena até a sede da Prefeitura.


Prefeitura - Em nota o Executivo informou que recursos do Ministério da Saúde para pegar pelos atendimentos feitos por hospitais filantrópicos de Campo Grande pelo SUS (Sistema Único de Saúde) já estão programados para serem depositados no Fundo Municipal de Saúde, mas só devem ser transferidos para a Santa Casa e para a Maternidade Cândido Mariano na próxima semana. O 13º dos funcionários das duas instituições, portanto, só deve ser depositado depois do Natal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions