A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

12/09/2019 16:31

Sem água, 16 escolas já solicitaram abastecimento por caminhão-pipa

Do total registrado até o momento, 15 unidades de educação são da Rede Municipal de Ensino e 1 da Rede Estadual

Gabriel Neris e Liniker Ribeiro
Escola Antônio Lopes Lins, no Caiobá, precisou de caminhão-pipa para evitar falta d'água (Foto: Kísie Ainoã)Escola Antônio Lopes Lins, no Caiobá, precisou de caminhão-pipa para evitar falta d'água (Foto: Kísie Ainoã)

Pelo menos 16 escolas, sendo 15 da Reme (Rede Municipal de Ensino), solicitaram desde o início da semana até agora o apoio de caminhão-pipa para evitar desabastecimento durante o expediente escolar. As unidades fizeram o pedido a Semed (Secretaria Municipal de Educação), que encaminhou a solicitação a Águas Guariroba, concessionária responsável pelo serviço.

Na Escola Municipal Antônio Lopes Lins, no Portal Caiobá, região sul de Campo Grande , a água começou a ficar fraca ainda manhã de terça-feira (11), mas não chegou a faltar. O Campo Grande News apurou que após a solicitação, o caminhão-pipa foi até o local hoje. Desta maneira, as aulas prosseguiram normalmente.

A reportagem também procurou a SES (Secretaria de Estado de Educação), mas a informação é de que as escolas fazem o pedido diretamente para a concessionária, e que até o momento somente a Escola Estadual Olinda Conceição, no Buriti, solicitou ajuda através da pasta.

A falta d’água é reflexo do aumento de consumo durante o forte calor que assola não apenas Campo Grande, como todo o Estado. Os reservatórios estão operando no limite neste fim de inverno. A Águas Guariroba emitiu alerta para racionamento em mais de 40 bairros da Capital.

O aviso para possível falta d’água atinge os bairros Alves Pereira, Piratininga, Aero Rancho, Columbia, Anache, Jardim Presidente, Indubrasil, Santa Emília, Portal Caiobá, Tijuca, Centenário, Moreninhas, Giocondo Orsi, Progresso, Mansur, Tiradentes, Flamboyant, Margarida, Estrela do Sul, Otávio Pécora, Coophasul, Laranjeiras, Coophatrabalho, Talismã, Seminário, Norte Parque, Carajás, Santa Luzia, Pioneiros, Campina Verde, Itamaracá, Bálsamo, Marajoara, Los Angeles, Dom Antônio Barbosa, Amambaí, Taveirópolis, Coophamat, Aquarius, Rita Vieira, Paulo Coelho e Bela Laguna.

O aumento do consumo foi de até 20 milhões de litros por dia, segundo a Águas Guariroba. O volume é o equivalente, por exemplo, a quantidade de água que cabe em 2 mil piscinas com tamanho médio – 5 metros de comprimento, 2,5 metros de largura e 1,4 metro de profundidade.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions