ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Sem concurso no interior, candidato vem de longe para disputar vaga temporária

São 24 mil inscritos no processo seletivo de professor temporário para a rede estadual de ensino.

Por Ângela Kempfer e Daniele Errobidarte | 19/01/2020 15:05
Chegada de candidatos à prova na Uniderp. (Foto: Paulo Francis)
Chegada de candidatos à prova na Uniderp. (Foto: Paulo Francis)

Muita gente veio do interior neste domingo (19) para a disputa que envolve 24 mil inscritos no processo seletivo para formação do banco reserva de professor temporário para a rede estadual de ensino.

Joscilene da Silva, 31 anos, saiu cedo de Jardim para dar apoio moral à amiga. As duas pegaram a estrada 6h e agora ela vai esperar do lado de fora até a prova acabar para ambas retornarem ainda hoje para casa. “Em Jardim, Aquidauana ou outras cidades da região não abre concurso, então temos que vir para cá e tentar a rede estadual”, justifica.

São 30 questões de múltipla escolha na prova escrita objetiva, que devem ser respondidas em até três horas.

Para acompanhar a espora, Valdir Silva, de 60 anos, também deixou Ribas do Rio Pardo assim que o sol nasceu para não ter atrasos. A mulher tem contrato temporário no interior e está empolgada com a possibilidade de entrar na rede estadual. “Chegamos às 7h, apesar da prova começar só às 15h”.

Dona Maria Aparecida Lourenço também já passou dos 60, e resolveu tentar o concurso pela primeira vez, depois dos filhos criados. Aos 63 anos, conta que dava aula aos 15 em assentamento e nunca esqueceu a Educação. Cursou Artes Visuais e agora quer encarar a sala de aula. “Estou bem tranquila, calma”, diz.

 Maria Aparecida Lourenço resolveu tentar o concurso público pela primeira vez. (Foto: Paulo Francis)
Maria Aparecida Lourenço resolveu tentar o concurso público pela primeira vez. (Foto: Paulo Francis)

Em Campo Grande, o exame é aplicado três locais: Uniderp da rua Ceará, Uniderp Agrárias e na Unigran Capital. Em Dourados, as provas acontecem na Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Unigran e Universidade Anhanguera.

Com conteúdo ainda fresco na memória, Erica Damião, 47, é uma das candidatas de Campo Grande. Está otimista com o resultado, porque acaba de terminar o curso de Pedagogia o que dá confiança. “Tomei um café da manhã leve, um almoço leve e agora é só fazer a prova”, comenta.

Para entrar na sala, itens eletrônicos como telefone celular, relógio de qualquer espécie, notebook, máquina fotográfica e gravador não são permitidos.

O profissional convocado a atuar nas salas de aula com formação de magistério receberá por 40 horas semanais inicialmente R$ 2.733,33; os com graduação sem licenciatura receberão R$ 3.690; os graduados com licenciatura receberão R$ 4.100; os professores com especialização receberão inicial de R$ 4.373,27; e com mestrado e/ou doutorado o valor pago será de R$ 4.510.

Formado em Educação Física, homem de 32 anos que pediu para não ter o nome revelado, perdeu a chance de brigar pelo salário. Ele chegou adiantado, mas com documento de identidade vencido. "Voltei para buscar documento e os portões já tinham sido fechados", lamenta.

Na Uniderp, portão fechou exatamente às 15h. (Foto: Paulo Francis)
Na Uniderp, portão fechou exatamente às 15h. (Foto: Paulo Francis)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário