A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

08/06/2018 13:33

Sem interessados, pavimentação do Jardim Bellinate empaca de novo

Obras foram iniciadas em 2014, mas pararam há três anos

Kleber Clajus
Ruas do Complexo Bellinate não tiveram interessados em concluir projeto com 31% já executados (Foto: PMCG/Divulgação)Ruas do Complexo Bellinate não tiveram interessados em concluir projeto com 31% já executados (Foto: PMCG/Divulgação)

O Complexo Bellinate continuará com obras de pavimentação pela metade, depois que processo licitatório não teve empresas interessadas em concluir o serviço no loteamento criado há 34 anos em Campo Grande. Investimento previsto era de R$ 1.951.315,56.

Publicação no Diário Oficial, desta sexta-feira (8), confirma que o processo resultou deserto. Este buscava retomar intervenções iniciadas em 2014 na Região Urbana do Imbirussu, mas paralisadas há três anos quando empreiteira optou por rescindir contrato com a prefeitura e as demais classificadas não demonstraram interesse no empreendimento, financiado pelo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Pavimentação. Projeto está 31% concluído.

As obras previam 640 metros de drenagem e 2,4 quilômetros de pavimentação em 14 vias: as ruas Margarida Machado, Edward Quirino Lacerda, Antônio Canovas, Alberto de Almeida Junior, Altino Almeida Salgado, Colhereiros, Mutum, Francisco Terra, Pindaré, Ivolândia, Morro do Pilar, Glauber Rocha e Mario D’Avila e a travessa Antonio Serra Silvério.

O trecho da avenida Wanderlei Pavão entre as avenidas Júlio de Castilho e Professor José Barbosa Rodrigues, em uma extensão de quase um quilômetro, seria recapeamento. A via é um dos principais acessos ao Jardim Aeroporto.

Sem a licitação, a obra permanece inacabada e em alguns trechos sequer iniciada. Na rua Morro Pilar, por exemplo, há trechos asfaltados, mas sem meio-fio, calçada e sinalização. O trecho entre a Julio de Castilho e a rua Francisco TorracaBellinati, tem asfalto em metade da pista, enquanto no restante foi feito apenas a imprimação – estágio anterior à pavimentação.

Na Francisco Bellinati, fortes chuvas e enxurradas em 2015 arrancaram o pavimento no trecho que havia sido melhorado. Com as chuvas seguintes, a via foi tomada por crateras –que recebeu cascalhamento no ano passado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions