A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/01/2014 09:18

Sem manutenção, ar-condicionado pode causar infecções e até matar

Luciana Brazil
Empresa Dr. do Ar-condicionado é a única a fazer a limpeza sem retirar o aparelho.(Foto: Cleber Gellio)Empresa Dr. do Ar-condicionado é a única a fazer a limpeza sem retirar o aparelho.(Foto: Cleber Gellio)

No calor forte, o ar-condicionado é quase sempre a única saída para refrescar o tempo quente. Mas a situação preocupa quando o assunto é a limpeza desses aparelhos. Escondendo verdadeiras fontes de contaminação, os equipamentos podem desencadear diversas doenças respiratórias, se não forem limpos corretamente e com frequência.

De acordo com infectologistas, o acúmulo de sujeira no aparelho pode desencadear infecção pulmonar e problemas alérgicos, como rinite, asma e sinusite.

Segundo o cardiologista e clínico-geral Evandro Ferrari, a falta de manutenção dos aparelhos, dissemina no ambiente partículas que podem desencadear transtornos respiratórios. “O ambiente do ar-condicionado é propício para o aparecimento de fungos, ácaros e alérgenos, como pó e poeira”, explica.

Estão ainda mais vulneráveis a desenvolver infecções respiratórias os idosos, bebês, pessoas imuno comprometidas, os alérgicos, os asmáticos, os que têm bronquite e efizema, além dos portadores de imuno deficiência adquirida, como HIV, e até mesmo pessoas com câncer, explicou o médico.

“Nesses ambientes , além de gripes e resfriados, as pessoas podem desenvolver crises de asma, bronquite e até mesmo infecções respiratórias, como pneumonia”.

Ferrari lembra ainda que nestes aparelhos sujos podem ocorrer a cultura de microorganismos, as bactérias, onde a situação pode ser ainda mais crítica.

Pessoas que diariamente estão em locais onde não há manutenção dos sistemas de ar ou ventilação podem desenvolver doenças respiratórias, segundo a médica infectologista e coordenadora da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital Universitário de Campo Grande, Andyane Tetila.

“Muitas das doenças são alergias denominadas de "síndrome do edifício doente", designado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) na década de 80”, explica ela se referindo a locais há grande concentração de pessoas com problemas respiratórios.

Depois da morte do ministro das Comunicações, Sergio Motta, em 1998, que contraiu uma bactéria alojada no ar-condicionado, a Legionella, o Ministério da Saúde baixou portaria exigindo a higienização mensal dos aparelhos de ar-condicionado. A bactéria oportunista ataca, principalmente, pessoas com sistema imunológico debilitado.

Sujeira acumulada pode causar problemas respiratórios. Sujeira acumulada pode causar problemas respiratórios.
Sem manutenção, aparelhos acumulam fungos, ácaros, bactérias, além de poeira e pó.Sem manutenção, aparelhos acumulam fungos, ácaros, bactérias, além de poeira e pó.

Empresas especializadas oferecem a limpeza desses aparelhos. A Dr. do Ar-Condicionado, franquia aberta recentemente em Mato Grosso do Sul, é a única no Estado a fazer a limpeza sem retirar os aparelhos. “A limpeza é feita dentro de uma hora e não é preciso retirar o aparelho da parede”, disse o administrador da empresa Neilton Ortega.

Para limpeza são usados produtos biodegradáveis elaborados para este fim, segundo Ortega. Após a limpeza é aplicado um sanitizante, um tipo de desinfetante que reduz o numero de bacterianos em níveis relativamente seguros.

“Com esse produto, se cria uma película protetora que garante que o aparelho fique até 90 dias livre de fungos, bactérias e ácaros”, explicou Ortega.

Porém, segundo ele, além da limpeza dos aparelhos, é preciso fazer a limpeza semanal dos filtros com água e sabão.

“O nosso diferencial é que a higienização do aparelho leva no máximo uma hora e é feita sem retirar o aparelho. Toda sujeira, detritos, fungos e bactérias são retirados”.

Segundo a portaria, a periodicidade da manutenção dos aparelhos depende de inúmeros fatores, como a qualidade do ar externo, capacidade da instalação, tipo de equipamento, ambiente climatizado, tempo de utilização dos equipamentos, dentre outros. "Pelo menos a cada 90 dias o aparelho deve ser limpo", disse Ortega.

Se a contagem de microrganismos estiver acima de 750 unidades formadoras de colônia (UFC) por metro cúbico de ar, padrão estipulado pela OMS, o ambiente é considerado impróprio para a saúde.

Hospitais, clínicas e shoppings- Em Campo Grande, nos hospitais e clínicas a condição é crítica. Conforme os donos de empresas especializadas na limpeza, são poucos os locais que fazem a manutenção dos aparelhos e dutos. Em teatros, shoppings, edifícios e locais de grande concentração de pessoas, onde há ar-condicionado ou ventilação instalada, o perigo existe.

Até meados de 2012, de acordo com o sul-mato-grossense Roberto Bogado, 48 anos, dono da empresa Inova Ar-Condicionado, em Londrina, no Paraná, nenhum hospital em Campo Grande realizava a limpeza nos dutos dos ares-condicionados.

Conforme Roberto, nos centros-cirúrgicos é obrigatório o uso de um filtro chamado G3, antibacteriano. “Mas nenhum hospital tem”, disse ele em entrevista concedida em 2012 ao Campo Grande News.

Fiscalização- Não existe em Campo Grande um programa que normatize a vistoria em hospitais, clínicas ou ainda em outros locais. De acordo com o fiscal de Vigilância Sanitária do Estado, Kariston Abel, a orientação é para que as empresas façam, por conta própria, periodicamente a limpeza dos dutos.

“Existe uma normatização, mas não acontece a inspeção. Existe uma portaria detalhada para locais como centro-cirúrgicos, mas a realidade é a mesma e não são fiscalizados”, afirma Abel.



o contato da DOUTOR DO AR CONDICIONADO É (67) 9673-7668 (vivo)
9216-9137 (claro).
 
Fernanda Morais em 22/02/2014 20:47:30
Sou técnico em instalaçao, higienizaçao e manutençao de ar condicionado, fiz o curso na escola data corporation, de Chapecó/SC, em setembro/2012, desde entao atuo na área e sei da necessidade da manutençao do ar condicionado, fazendo a higienizaçao pelo menos uma vez por ano, para a saúde e qualidade de vida. A higienizaçao feita por uma pessoa que nao tem qualificaçao ocasiona danos ao seu aparelho, por isso sempre contacte um tècnico especializado.Meu telefone: (67) 9112-9007 9602-7982.
 
cleber almeida alfonso em 09/01/2014 14:26:46
Realmente tudo que é inovador, causa reações positivas e negativas, pois muitas vezes estamos acondicionados a preconceitos (conceito formado com base em julgamento próprio que exige tom depreciativo da diferença; análise tendenciosa; discriminação provocativa), ou seja achamos que novas tecnologias não são eficientes, mas o mundo nós mostra todos os dias que a tecnologia é uma evolução constante e que precisamos estar preparados para estas constantes mudanças. O processo de limpeza de equipamentos de aparelhos de ar condicionado mudou, ocorreram modernizações de produtos, processos e técnicas. Hoje com a tecnologia da Dr. do Ar condicionado, estamos dentro de padrões de qualidade internacional. Parabéns! Com estas tecnologias todos ganham!
 
Ricardo Sartori em 08/01/2014 09:13:49
verdadeeeeeeeeeeee absoluta isso, eu mesma sofri com isso, sai de campo grande super bemmmmmm de saude, destino a Londrina-pr, em dezembro de 2012( de onibus) nem precisei chegar em Londrina, nas paradas mesmo ja me senti estranhaaa, o ar condicionado fazia um barulho estranho e o onibus era super velhoooooooooooo, ao descer em uma parada ja estava com febre, cheguei no destino com quase 40 graus de febre , conclusao, natal e ano novo de camaaaaaaaaaaa, garganta megaaaaaaaaaaaa inflamada um gasto absurdo de remedios tudo por causa do ar condicionado sujoooooooooooo..
 
adriane reis em 08/01/2014 07:52:41
Muito interessante para o nosso Estado do Mato Grosso do Sul , ser presenteado com uma empresa desse porte , a Dr do Ar Condicionado realizou a limpeza e higienização de dois aparelhos em minha residência eu achei sensacional só o fato de não precisar remover a maquina do local ja é uma grande praticidade para nós clientes, sem contar na equipe qualificada nota dez...
Eu recomendo a Dr do Ar Condicionado pois tenho dois filhos pequenos e o que mais me preocupo e com a saúde deles!
 
ANA MARIA DA SILVA OLIVEIRA NUNES em 08/01/2014 00:09:22
Muito interessante para nosso estado do Mato Grosso do Sul ser presenteado com uma empresa desse porte, a Dr do Ar Condicionado realizou a limpeza de dois aparelhos em minha residência e foi sensacional pois tenho duas crianças pequenas e me preocupo com a saúde delas !!!
Dr do Ar Condicionado esta de parabéns pela equipe enviada , serviço nota dez!
 
ANA MARIA DA SILVA OLIVEIRA NUNES em 07/01/2014 23:58:24
sou profissional também no ramo de refrigeração e garanto sim que a limpeza feita no local alem de mais rápida traz sim uma grande melhora na refrigeração e acaba com fungos e bactérias muitos profissionais preferem retirar o aparelho para terem a desculpa de mais serviço e cobrarem mais de clientes 06792492899
 
luciano mota de arruda em 07/01/2014 20:43:35
Sou engenheiro eletricista, contratei esse serviço acompanhei todo o processo de execução, os produtos que utilizaram são de fabricação própria e estes são registrados e aprovados pela ANVISA, os aparelhos ficaram funcionando mais silencioso e com um desempenho melhor, gostei, aprovei e recomendei para todos os meus familiares.
 
Jose Cesar em 07/01/2014 14:12:57
O fato de limpar o aparelho sem retirar e podendo estar utilizando em período curto já é vantajoso.Mandei uma empresa x fazer a limpeza pra mim fiquei dois dias sem o aparelho,e neste calor quem aguenta? que bom uma empresa deste formato ter chegado . Agora como entramos em contato com eles?
 
marciano de oliveira silva em 07/01/2014 13:33:50
A "Dr. do Ar Condicionado" é especializada na higienização de ar condicionado. Possui profissionais capacitados e é a única empresa do Estado apta a emitir certificado de higienização reconhecido pela Anvisa e Ministério da Saúde.
Atua em Campo Grande e Dourados.
Contato: 9216-9137 (claro)
9673-7668 (vivo)
 
Neilton Ortega em 07/01/2014 13:26:57
A "Dr. do Ar condicionado" é especializada na higienização de ar condicionado. Possui profissionais capacitados e é a única empresa do Estado apta a emitir certificado de higienização reconhecido pela Anvisa e Ministério da Saúde.
Atua em Campo Grande e Dourados.
Contato: 9216-9137 (claro)
9673-7668 (vivo)
 
Dr.do Ar Condicionado em 07/01/2014 13:24:26
A "Dr. do ar condicionado" é especializada na higienização de aparelhos de ar condicionado. O serviço é executado por profissionais capacitados, sendo a única empresa apta a emitir certificado de higienização reconhecido pela ANVISA e Ministério da Saúde.
Estamos presentes em Campo Grande e Dourados.
Plantão (67) 9673-7668/Vivo
(67) 9216-9137/Claro
 
Dr do ar condicionado em 07/01/2014 12:56:49
Bom dia, nos postos de saúde quem vai pobre e não tem ar condicionado.
 
Valdecir Batista em 07/01/2014 12:32:41
Alguém já reparou nos postos de saúde.....Estado de Emergência.....
 
claudio ramos em 07/01/2014 11:58:55
Quando não realizada adequadamente a higienização, podem ocasionar ao aparelho mal cheiro e problemas do sistema de drenagem. A melhor limpeza é aquela em que o equipamento é retirado. Um pouco mais de trabalho, mas um serviço de qualidade!!
 
DELTA AR CONDICIONADO em 07/01/2014 11:00:04
É Verdade o acumulo de sujeira pode causar vários danos à saúde,então pessoal se precisarem de manutenção em seus aparelhos é só ligar 67-9264-4965 falar com Magno ele presta manutenção em Ar condicionado, serviço Rápido e com ótimo valor.
 
Priscila Gomes em 07/01/2014 10:43:36
Sou profissional no ramo e tenho certeza que uma limpeza sem retirar o aparelho nunca terá a mesma qualidade que uma limpeza na qual todo o aparelho e desmontado!
Isso seria o mesmo que tomar banho sem tirar a roupa.
 
Vanderlei Arenales em 07/01/2014 10:26:45
Qual é o telefone e endereço do DR. do ar condicionado?
 
Adriana Kreuz em 07/01/2014 10:09:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions