A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/09/2015 21:10

Sem receber salário, trabalhadores protestam e atrasam coleta de lixo

Paulo Yafusso
Mais de uma hora de negociação, para que os trabalhadores liberassem a saída dos caminhões para a coleta do lixo (Gerson Walber)Mais de uma hora de negociação, para que os trabalhadores liberassem a saída dos caminhões para a coleta do lixo (Gerson Walber)

A coleta de lixo noturna em Campo Grande começou com uma hora de atraso nesta segunda-feira (21), por causa do protesto de um grupo de funcionários da CG Solurb que ainda não receberam o salário de agosto. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Asseio e Conservação, Wilson da Costa, dos 1.080 trabalhadores 235 ainda não receberam, e por isso parte deles tentaram impedir a saída dos caminhões.

Segundo o sindicalista, o problema foi por conta da burocracia. Como a Prefeitura depositou R$ 1,5 milhões em conta judicial, não houve tempo de fazer a transferência para outra instituição bancária pelo qual a CG Solurb efetua o pagamento. Wilson da Costa afirmou que orientou os trabalhadores que não poderia fazer o piquete, que seria ilegal.

Mas os funcionários só liberaram o portão depois de muita conversa com o gerente de unidade, Bruno Velloso. Ele liberou do trabalho aqueles que não receberam ainda e se comprometeu a resolver o problema até amanhã. Como a maioria teve depositado na conta o pagamento no sábado, decidiram trabalhar normalmente nesta segunda-feira.

De acordo com o sindicato, em Campo Grande são recolhidos por dia cerca de 350 toneladas de lixo em cada um dos turnos, o que totaliza 700 toneladas de detritos que são recolhidos pelos caminhões da CG Solurb. Caso o pagamento não seja liberado nesta terça-feira, os trabalhadores ameaçam realizar novo piquete.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions