A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

29/06/2016 10:22

Sem resultados de exames e coleta, pacientes de postos se revoltam

Fernanda Mathias
Após coleta, pacientes recebem informação de que o exame não foi realizado (Foto: Alcides Neto)Após coleta, pacientes recebem informação de que o exame não foi realizado (Foto: Alcides Neto)

"Exame temporariamente não realizado". No lugar de resultados, esta é a mensagem que aparece para vários pacientes que fizeram coleta ainda em maio e tiveram que reagendar o procedimento em unidades de saúde de Campo Grande. 

Na manhã desta quarta-feira (29), na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Nova Bahia, várias pessoas se enfileiravam à espera da nova coleta. Mas, foram informadas que o sistema estava fora do ar.

“Estive hoje às seis horas para coleta de sangue para exame pela terceira vez e dei com a cara na porta após duas horas de espera em pé e de jejum. É um abuso”, diz Tatiana Rosa, 48 anos. Tatiana conta que passou por uma coleta e duas tentativas frustradas. “Na primeira vez fiz a coleta, mas depois recebi um papel em branco, disseram que não tinha reagente. Na segunda, não tinha enfermeira para coletar o sangue e hoje informaram que caiu o sistema, com aquela multidão no posto”.

A mãe de um jovem de 23 anos, que prefere não se identificar, relata que passou pela mesma situação ao buscar o resultado na unidade de saúde do bairro Guanandi. O exame foi coletado no dia 09 de maio, mas quando foi buscar o resultado a surpresa: “Estava em branco e não souberam responder porque isso ocorreu”.

Nathalia chegou às 5h20 na UBS do Nova Bahia, para segunda coleta, após receber resultado em branco. Duas horas depois foi informada que o sistema estava fora do ar (Foto: Alcides Neto)Nathalia chegou às 5h20 na UBS do Nova Bahia, para segunda coleta, após receber resultado em branco. Duas horas depois foi informada que o sistema estava fora do ar (Foto: Alcides Neto)

Nathalia Miranda, 22 anos, precisa fazer uma cirurgia, mas aguarda os resultados do hemograma para levar ao ortopedista. “Acordei às 4h15 e cheguei no posto às 5h20, mas somente às 7 horas disseram que o sistema estava fora do ar. A gente fica indignado não só por ter acordado cedo e estar de jejum, mas porque muita gente foi à pé porque não tinha dinheiro para passe de ônibus, com fome, crianças de colo e idosos”. Assim como os outros, esta não é a primeira tentativa de Nathália que chegou a fazer coleta anterior, mas recebeu a folha de resultado com o aviso de que o exame não foi realizado.

Até o fechamento desta matéria a Sesau (Secretaria de Estado de Saúde) não havia se posicionado sobre o assunto. Mas adiantou, via assessoria de imprensa, que a indisponibilidade do sistema de fato vem ocorrendo em razão da migração.

O problema com os exames se soma a uma série de outros enfrentados por usuários de postos de saúde na Capital, como a falta de vários medicamentos, de profissionais de saúde e materiais de consumo.

O Ministério Público Estadual já instaurou inquéritos para apurar falta de estrutura e de pessoal nas unidades do Jardim Leblon e da Moreninha III e decisão judicial recente determina que a Prefeitura providencie, no prazo de 60 dias, materiais e equipe médica para o CRS (Centro Regional de Saúde) da Coophavilla II.

Audiência na OAB debate nesta terça-feira o sistema de saúde do MS
Será discutido em audiência pública nesta terça-feira (28), a partir das 8h, na sede da seccional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em Mato Gros...
Atendimento pediátrico não será oferecido em 4 postos de saúde neste sábado
Os centros regionais de saúde de Campo Grande (CRS) dos bairros Tiradentes, Aero Rancho, Coophavilla II e Nova Bahia, não vão oferecer plantão pediát...


eu estive cedo lá e fomos informados desse absurdo, deixamos de fazer coisas para ir fazer a coleta, do sangue, isso nos revolta é uma falta de respeito afinal temos os nossos direitos, pagamos impostos caro por um atendimento precário e atendente mal educada. E ai Sr prefeito oque o senhor pode nos dizer a culpa é de quem dessa vez?
 
Biro em 29/06/2016 15:26:29
É mais uma do prefeito que nem usa mais o slogan "As pessoas em primeiro lugar", ao menos isso faz certo!
As pessoas da capital não estão nem em terceiro ou quarto lugar já faz muito tempo, impossível até de classificar em que lugar nós estamos, um lugar esburacado, escuro e sujo, em todos os sentidos, isso nós sabemos que estamos ha algum tempo!
Não sei mais nem o que dizer sobre a gestão Bernal, embora não me faltem coisas para escrever...
 
Guto em 29/06/2016 13:59:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions