A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

06/06/2013 12:45

Sem-terra e índios acampam no campus da UFMS, em Campo Grande

Nadyenka Castro
Sem-terra e índios ontem no Jóquei Clube. (Foto: Marcos Ermínio)Sem-terra e índios ontem no Jóquei Clube. (Foto: Marcos Ermínio)

Sem-terra e índios estão acampados no campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande.

Eles estavam no Jóquei Clube desde a manhã de ontem e, no início da tarde desta quinta-feira, montaram acampamento na instituição de ensino.

De acordo com Marina Ricardo Nunes Viana, da direção do MST (Movimento Sem-Terra), os 500 manifestantes ficam na UFMS pelo menos até amanhã pela manhã.

“Teremos a tarde pedagógica, à noite será feita reunião para decidir o que será feito amanhã”, disse, explicando que na tarde pedagógica, eles recebem orientações sobre a reforma agrária.

Homem de 30 anos é esfaqueado e fica em estado grave
Bartolomeu Gomes de Araújo Barbosa, 30 anos, ficou gravemente ferido após ser atingido a golpes de faca no abdômen, na noite de ontem (12), na Rua Bo...
Após documento vazar, Sesau diz que hemogramas não foram suspensos
A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) afirmou que os hemogramas continuam sendo feitos na rede pública de saúde de Campo Grande. A informação inici...


Rs,rs,rs...Lochaine Rodrigues, adorei suas colocações, concordo na íntegra.
 
Neyde de Oliveira em 07/06/2013 12:05:04
Falta inteligência nessa ocupação aí.
 
robson oliveira em 06/06/2013 22:31:13
O governo precisa comprar as terras dos fazendeiros, dar aos índios e deixá-los desfrutar de sua cultura tradicional: só penas pra tampar o corpo (nada de roupas), remédio só de ervas do pagé (nada de medicamentos químicos, vacinas ou hospitais), andar a cavalo à pêlo (nada de carros ou motos, etc), plantar, caçar e pescar a móda antiga (nada de arado com trator, sementes do governo), nada de faculdade ou trabalhos de brancos, nada de viver na cidade (alias, bem longe delas), acender a fogueira com pedras (nada de fósforos), viver só em ocas e não em casas. Nada de cachaça nem cigarros dos nossos butecos. Isso sim é ser índio, pois se quer direitos e regalias de brancos tem que se adaptar as obrigações dos brancos também.
 
Lochaine Rodrigues em 06/06/2013 18:50:54
O governo tinha que comprar logo as terras para os indígenas e dar a eles o mérito de manterem sua cultura tradicional, como por exemplo cobrir o corpo com penas e não utilizar roupas, não andar de automóvel, não utilizar medicamentos químicos, não usufruir de vacinas ou hospitais, não utilizar do benefício de um trator para arar a terra e plantar o que comer, ou seja, sobreviver da pesca e do plantio a moda antiga como eles faziam. Acender o fogo esfregando uma pedra na outra. Tomar medicamentos de ervas feitas pelo Pajé. Não estudar e se formar. Nada de beber cachaça ou trabalhar em empregos que nossa "infeliz" cultura européia trouxe a este país. Se é índio é índio e precisar viver no mato como na época do descobrimento do país. Quer ter direitos dos brancos, devem tb as obrigações!
 
Lochaine Rodrigues em 06/06/2013 18:31:26
Hilda, vem cá conosco (sem terra e índios), será bem vinda, vai tomar o melhor tereré e comer um arroz carreteiro de primeira, sem agrotóxico. Somos verdadeiramente de Paz, pois estamos com DEUS.
 
Carlos Lamarca em 06/06/2013 16:23:39
Esse bando de sem terras e índios tinham é que ficar por pelo menos 5 anos na universidade pra ver se aprender alguma coisa de bom pra trabalharem e comprarem com seus méritos as devidas terras que tanto desejam. E não ficar fazendo protestos ridículos pra ver se ganham mais do que já ganham do governo e de nós que pagamos todos os impostos!!!!
 
Juliano Farias em 06/06/2013 15:07:20
Isso já passou dos limites...
Por que não invadem a UCDB??!.... Só porque la tem filho de fazendeiro e gente rica, que coloca vocês para correr?...
Sou totalmente contra, existe outras formas de protesto!
 
Luis Augusto Estadulho Castelo em 06/06/2013 15:03:14
A participação de índios no movimento é mais pra se solidarizar porque sabemos que Índio não é sem-terra!
 
samuel gomes TERENA-campo grande em 06/06/2013 14:43:03
Era só o que estava faltando...
 
manuel silva em 06/06/2013 13:53:49
isso já virou piada
 
gonçalves vilela em 06/06/2013 13:53:18
Pronto, agora vão querer invadir a UFMS?????? Quem sabe vão aprender algo de bom, inclusive a lutar...TRABALHAR...PRODUZIR...PROGREDIR..., sem danificar COISAS ALHEIAS!!!!! É claro que tem gente influente nesse meio, usando-os, só que os mesmos não percebem ou não o querem!!!! Como dizem "é pacaba com o piqui do goiais!!!!!
 
Ana Beatriz em 06/06/2013 13:42:08
Alguém precisa lembrar aos índios, que a área do Parque das Nações Indígenas também já foi território indígena, portanto, podem invadir e reivindicar a posse. Aliás, por que não todo o Parque dos Poderes?
 
Hilda França em 06/06/2013 13:15:15
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions