A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

20/05/2016 22:48

Sem vacina, prefeitura procura MP e culpa o Estado, que rebate acusações

Nyelder Rodrigues
Governo mostra imagem do documento com as especificações do repasse (Foto: Divulgação)Governo mostra imagem do documento com as especificações do repasse (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Campo Grande acionou o MPE (Ministério Público Estadual) e o MPF (Ministério Público Federal) por causa da falta de vacinas na rede pública contra a gripe causada pelo vírus H1N1. A alegação é a de que o Governo do Estado não forneceu todo o estoque necessário. Porém, o Estado nega e desmente a acusação.

Em ofício, o secretário municipal de Saúde Pública, Ivandro Fonseca, informou a situação à procuradora federal Cinara Bueno dos Santos Pricladnitzky e à procuradora estadual Filomena Fluminhan, pedindo que elas intercedam na situação para que o Governo do Estado repasse ao município as doses necessárias da vacina.

Porém, o Governo do Estado nega a situação e, em nota, afirma que o repasse realizado foi superior ao que foi determinado pelo Ministério da Saúde.

"O Ministério da Saúde determinou que a capital recebesse 186.800 doses. Conforme documento emitido pelo Sistema de Insumos Estratégicos (SIES), do Ministério da Saúde/DataSus, a secretaria estadual entregou para o município 196 mil doses – portanto, mais de 8 mil doses acima da meta", consta no texto da nota.

Ainda conforme a nota, diante da prova documental, as autoridades municipais é que precisam explicar à população porque a quantidade de doses determinada pelo Ministério da Saúde, integralmente repassada pelo governo estadual para a prefeitura, não foi suficiente para vacinar o público-alvo.

"Se as autoridades municipais de Campo Grande estão alegando que faltam vacinas contra a gripe H1N1, elas é que precisam explicar à população o motivo pelo qual o público-alvo não recebeu o medicamento, uma vez que a prefeitura recebeu uma quantidade de doses maior do que foi estipulada pelo Ministério da Saúde", encerra a nota do Governo.

Homem é ferido a tiro na saída de pagode no Bairro Taquarussu
Giovani Rodrigues Barbosa, 22 anos, foi baleado no tórax na saída de um pagode, na madrugada deste domingo (18), na Avenida Presidente Ernesto Geisel...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions