ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  25    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Sequestrador fichado desde os 14 morre em confronto

Ele foi baleado após perseguição de policiais do Batalhão de Choque e do Garras

Por Viviane Oliveira e Mirian Machado | 20/09/2021 11:49
Movimentação de policiais militares e perícia na casa onde houve o confronto. (Foto: Mirian Machado)
Movimentação de policiais militares e perícia na casa onde houve o confronto. (Foto: Mirian Machado)

Fichado desde os 14 anos, João Victor Rodrigues da Silva, de 20 anos, um dos suspeitos de participação no sequestro de uma mulher, de 50 anos, ocorrido fim de semana, no Bairro Itanhangá Park, morreu na manhã desta segunda-feira (20).

Ele foi baleado em confronto com policiais do Batalhão de Choque e do Garras (Delegacia de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), na Rua Daniela Perez, no Residencial Betaville.

Conhecido como Neguinho, o rapaz colecionava passagens pela polícia por vários crimes como tentativa de homicídio, furto, receptação, lesão corporal, dano ao patrimônio, tentativa de furto, receptação, roubo e lesão corporal.

João Victor tinha apenas 14 anos quando foi apreendido pela primeira vez por dano ao patrimônio público. Ele era procurado pelo crime de sequestro seguido de extorsão desde ontem (19), quando o comparsa dele, Claudinei dos Santos de Oliveira, 29 anos, foi preso.

Em depoimento no fim de semana à polícia, a auxiliar de serviços gerais, de 38 anos, mãe de João Victor, contou que ele acabou se envolvendo com a criminalidade por causa das más companhias, no ano passado, esteve preso, mas atualmente estava casado com a mãe do filho dele e trabalhando como ajudante de carga e descarga de caminhonete.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário