A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/07/2015 07:11

Servidor do Fisco, peão e mais dois são presos por furtar 20 cabeças de gado

Filipe Prado

Quatro pessoas foram presas em flagrante, por volta das 19h30 de ontem (20), por furtar e vender, sem nota fiscal ou GTA (Guia de Trânsito Animal) por R$ 700 gado da Fazenda Aliança, em Campo Grande. O funcionário da Sefaz (Secretaria de Fazenda) Antônio Jocival de Almeida, 43 anos, o corretor André Luiz Leite, 37, o peão Gedison Nunes Teixeira, 30, e José Leonardo Correia Manus, 25, foram presos pelo crime.

Conforme o relato policial, o proprietário da fazenda relatou o furto, então os investigadores do Garras (Delegacia Especializada em Repreensão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), através do Posto de Atendimento da Seção de Repreensão a Crimes de Abigeato, começaram a levantar pistas sobre o caso.

Através de diligências, a polícia identificou o peão, sendo que ele furtou 20 cabeças de gado, juntamente com o corretor e o motorista, vendendo os animais para José, sem quaisquer documentos de origem.

José acabou revendendo o gado para outra pessoa, porém foram adquiridas notas fiscais e GTA, sendo fornecidas por Antônio, que trabalha na Agenfa (Agência Fazendária de Mato Grosso do Sul), com sede na Acrissul (Associação dos Criadores de MS). As notas foram vendidas a R$ 35 por cabeça de gado.

Os quatro foram presos em flagrante pelo crime de associação criminosa, sendo que Antônio também foi acusado de inserção de dados falsos em sistema de informações, porque utilizou o cargo na Agenfa para emitir as notas falsas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions