ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  19    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Sistema da prefeitura ajuda no monitoramento dos casos de covid-19 da Capital

O sistema desenvolvido pela Agetec começou a ser usado em setembro e trabalha com integração de dados dos pacientes

Por Ana Paula Chuva | 21/09/2020 17:12
Sistema está sendo usado em todas as unidades da atenção básica. (Foto: Henrique Kawaminami | Arquivo)
Sistema está sendo usado em todas as unidades da atenção básica. (Foto: Henrique Kawaminami | Arquivo)

Usado desde o começo de setembro,  o Monitora Covid-19 faz o mapeamento dos casos da doença em Campo Grande. O sistema é desenvolvido pela Agetec (Agência Municipal de Tecnologia da  Informação e Inovação) em parceria com a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

O sistema começou a ser usado na regulação da Sesau e em seguida atingiu também pelas unidades de saúde da atenção primária e ajuda no controle não só dos casos confirmados mas também dos suspeitos de covid-19, possibilitando o controle diário dos pacientes e com quem tiveram contato.

Para utilizar o sistema, foi preciso primeiro conseguir os dados dos pacientes com a doença no município através da base nacional de infectados, o Sistema e-SUS VE.

Com os dados dos pacientes, o sistema proporciona aos Distritos de Saúde de Campo Grande a classificação e encaminhamento dos casos a suas respectivas unidades de atendimento para atualização cadastral, identificação das pessoas da família que tiveram contato com o caso confirmado.

Através do Monitora Covid-19, as unidades de saúde da Capital conseguem monitorar diariamente os pacientes através do gerenciamento dos casos com informações obtidas por telefone.

O sistema então controla os monitoramentos que devem acontecer no dia, os pendentes de execução, os pacientes com necessidade de atendimento emergencial e disponibiliza a lista de finalizados e perdidos por desistência do paciente.

Além de também permitira a classificação de risco do paciente dia a dia, com listas de alertas para casos graves serem identificados e atendidos rapidamente pelas equipes de urgências da secretaria de saúde.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário