ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 10º

Capital

Sobrevivente de atentado a tiros tinha 3 mandados de prisão em aberto

Crime aconteceu por volta das 18h desta segunda-feira (20), na Avenida Rita Vieira de Andrade

Por Viviane Oliveira | 21/06/2022 08:05
Movimentação de policiais e bombeiros no local onde ocorreu o crime (Foto: Paulo Francis)
Movimentação de policiais e bombeiros no local onde ocorreu o crime (Foto: Paulo Francis)

Alisson dos Santos Souza, 27 anos, conhecido como Cabeça, sobrevivente de atentado que terminou com a morte de João Paulo Albuquerque Lima, 28 anos, o Pelé, tinha 3 mandados de prisão em aberto. Ele foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) à Santa Casa, onde continua internado sob escolta policial. O crime aconteceu na noite de ontem (20), na Avenida Rita Vieira de Andrade, no Jardim Itamaracá, em Campo Grande.

Tanto Alisson quanto João Paulo têm várias passagens pela polícia. Alisson responde a 8 processos por roubo, tráfico de drogas, furto, receptação, roubo majorado e crimes de trânsito. João Paulo, que era foragido da Justiça, também respondia a processos por roubo majorado. Em um dos casos, Alisson e João Paulo atuaram juntos em roubo de carro. Na ocasião, a vítima, um motorista de aplicativo, ficou em poder dos bandidos por 3 horas com uma touca na cabeça e as mãos amarradas. O crime aconteceu em em março de 2018.

Execução - A Polícia Civil encontrou 13 cápsulas de arma de fogo ao longo do trajeto, por onde João Paulo e Alisson foram alvos de disparos. Condutor de um Ford Focus, João Paulo morreu no local e Alisson foi encaminhado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em estado grave para a Santa Casa. Os dois seguiam juntos, quando foram surpreendidos pelos atiradores.

Duas pistolas e duas balaclavas - um tipo de touca "ninja" que cobre todo o rosto - foram encontradas dentro do carro das vítimas. João Paulo e Alisson foram surpreendidos pelos atiradores que estavam em uma motocicleta, no cruzamento da Rua Naor Lemes Barbosa com a Salomão Abdala, prolongamento da Avenida Rita Vieira de Andrade. No cruzamento, conforme apurado, foram encontradas seis cápsulas de arma de fogo calibre .40.

Ao arrancar com o veículo, João Paulo perdeu o controle da direção, atravessou o canteiro da Rua Salomão Abdala e só parou a cerca de 350 metros do local dos primeiros disparos em um terreno, que fica no cruzamento com a Rua Filomena Segundo Nascimento. No local onde o veículo parou, foram encontradas mais cinco cápsulas e no canteiro central outras duas cápsulas calibre .380.

Alisson ainda teria descido do veículo quando acabou atingido com cerca de três tiros. Ele foi socorrido pelo Samu, a poucos metros de onde o Focus parou. Uma arma calibre .380 foi localizada na cintura de João Paulo. No carro, ao lado do passageiro, também havia uma pistola .40. Ambas estavam municiadas. No automóvel, foram encontradas seis marcas de tiro no para-brisa e duas numa das laterais do automóvel. A polícia ainda não sabe o paradeiro dos atiradores.

Nos siga no Google Notícias