A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/12/2012 08:49

Subtenente da PM é morto a tiros em posto de combustível na Capital

Paula Maciulevicius e Marta Ferreira

Um subtenente da Polícia Militar foi executado na manhã desta segunda-feira, no posto de combustível Caravaggio, no anel rodoviário, em Campo Grande.

Segundo as primeiras informações apuradas pela reportagem, o PM trabalhava no Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança) e estava saindo de serviço. Conforme apurado, ele foi atingido pelas costas. 

O Campo Grande News apurou que o policial morto estava passando pelo processo de exclusão da corporação. Ele havia sido preso em uma operação que identificou envolvimento de agentes de segurança na máfia do contrabando de cigarros em Mato Grosso do Sul.

Ainda não há identificação da vítima. Equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil estão no local. 

Procurado pela reportagem, o comandante da PM, Carlos Alberto David dos Santos, disse que já havia sido informado do assassinato do policial e que vai se pronunciar depois que as informações forem levantadas com mais clareza. 

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


Samuel Gomes pelo jeito você deve ser o dono da verdade,acusado não é culpado,mas,até condenou o cara a morte,sem ao menos ser provado se era ou não culpado,cara quanta magoa você tem contra a policia??? Estude que talvez o governador vai abrir concurso para policial,tente talvez você passe e acabe com essa frustração!!!
 
arivaldo paiva em 17/12/2012 22:28:17
Vejam aí mais um pessimo exemplo que temos naquele que deveria ser honesto e cumpridor das leis.Se envolveu com OUTROS bandidos e teve o fim que mereçeu.Resta saber há quanto tempo na carreira de policial militar esse bandido morto não vem praticando ilegalidades de todos os tipos,bandidos que só são descobertos depois que aparecem no noticiario.só quando caem.Impossivel acreditar que a corporação toda da PM não saiba que bandidos vestem a farda da PM,autorizado a ostentar arma na cintura.Pior que esse aí era "tenente".Pode?
 
samuel gomes-campo grande em 17/12/2012 09:15:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions